Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
26/09/2005 - 10h54

Avril Lavigne se despede do Brasil em show para 40 mil

Publicidade

da Folha de S.Paulo

Nem a garoa que teimou em cair lá pelo meio do show desanimou as mais de 40 mil pessoas que encheram o estádio do Pacaembu, ontem à noite, na última apresentação da cantora Avril Lavigne no Brasil --e a última de sua turnê mundial.

O show teve início às 19h55 e terminou às 21h. Avril cantou 18 músicas, e o repertório foi idêntico ao visto em Porto Alegre, com os hits "Sk8er Boy", "Complicated", "My Happy Ending", além dos covers "All the Small Things" (Blink 182) e "Song 2" (Blur).

Muitos dos fãs da cantora canadense de 20 anos e 1,57 m de altura eram mais jovens e mais baixos do que Avril, assim, o jeito era subir no colo dos pais para poder enxergar o ídolo. "Pulei bastante e subi nos ombros do meu pai", disse Julia de Lemos Teixeira da Silva, 9. "Mas gostei bastante."

Para muitos ali, foi o primeiro show da vida, e, por mais que Avril Lavigne não apresente nada de novo, ela canta, toca guitarra e compõe; é artista muito mais honesta do que outros artistas pop.

A chuva começou à tarde, quando as filas na porta do estádio eram enormes, por isso, as capas descartáveis davam o tom ao visual dos milhares de adolescentes (e pais de adolescentes).

Clayton Gomes, 17, e Foove Paulin Santos, 16, fugiram de casa na terça-feira. Os jovens moram em Piracicaba e desde a chegada a São Paulo, dormiram na rua, nos arredores do estádio.

Foi na tentativa de organizar as pessoas que acampavam na frente do estádio que a PM distribuiu 250 senhas de entrada. Era de Clayton a senha de n.º 001. "Saí às 5h30 fingindo que ia para o colégio. Juntei algumas roupas, algum dinheiro e vim para São Paulo. Já não temos mais nada e por sorte conseguimos uma carona para voltar para casa", conta o garoto.

Grávida de seis meses, Judite Ribeiro, 41, não se incomodou de chegar no meio da madrugada para fazer fila com o filho Gabriel, 13. "A música dela mexe com nosso coração." Mãe e filho não escaparam do empurra-empurra que tomou conta na abertura do acesso à pista às 15h20.

"Lidamos com um público delicado, de muita criança", disse Edmar Nogueira, responsável pela organização. Durante o show, a polícia registrou duas ocorrências: de furto e roubo.

Avril no Rio

O show carioca, no sábado, começou às 20h, com uma hora de atraso, para público de 12 mil pessoas. A farra durou exata 1h15. No set mais calmo do show, Avril Lavigne tocou piano nas baladas "Together" e "Forgotten". Na hora do bis, foi a vez de "Complicated", do primeiro CD, ser cantado em uníssono.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Avril Lavigne
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Geladeiras Geladeiras Frost Free, Duplex, a partir de R$ 862,20

    TV TV LED, 3D, FULL HD e Smart a partir de R$ 399,90

    Home Theater | Tênis | Mais...

    Voltar ao topo da página