Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
06/12/2005 - 19h25

Bonner rebate crítica sobre caso "Homer"

Publicidade

da Folha Online

O jornalista William Bonner, 42, apresentador do Jornal Nacional (Rede Globo), rebateu hoje as críticas sobre sua comparação de que o telespectador médio do principal telejornal do país lembra Homer Simpson, pai folgado e bonachão de "Os Simpsons", desenho animado exibido nos EUA desde 1989.

Divulgação
Bart é um projeto de Homer mais evoluído
Bart é um projeto de Homer mais evoluído
Divulgação
Bonner compara telespectador médio com Homer Simpson
Bonner compara telespectador médio com Homer Simpson
"Jamais tive informação de que alguém guardasse imagem tão preconceituosa, tão negativa do personagem", disse o apresentador, em nota divulgada hoje.

A comparação foi ouvida por nove professores universitários no último dia 23, no Rio, em visita aos estúdios da Globo. O telespectador do jornal é como Homer, segundo Bonner, porque teria dificuldade de "entender notícias complexas e pouca familiaridade com siglas como BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social)", segundo relato do professor da USP (Universidade de São Paulo) Laurindo Lalo Leal Filho, que presenciou o encontro, em artigo na revista "Carta Capital" desta semana.

Na nota divulgada hoje, Bonner afirmou que usou o exemplo do personagem Homer, pois ele representa um pai de família, um trabalhador conservador, sem curso superior, que após uma jornada de trabalho, quer ter acesso às notícias mais relevantes do dia de forma clara e objetiva. Segundo o jornalista, em nenhum momento, ele pensou no personagem de maneira preconceituosa.

Editor do principal telejornal da Globo, Bonner apresenta o programa ao lado de sua mulher, Fátima Bernades. Em 1997, o nascimento dos trigêmeos do casal atraiu a atenção da mídia. Até o o "Casseta & Planeta", humorístico da emissora, fez graça com o caso, mostrando o "Jornal Maternal", no qual os âncoras eram sósias de Bonner e Fátima Bernardes e mais três bebês. Neste ano, surgiram boatos de que a Record teria interesse em contratar o casal --Bonner riu da história.

"Viado"

Divulgação
Família Simpson faz sátira da família norte-americana
Família Simpson faz sátira da família norte-americana
Não é a primeira vez que a Globo se envolve em polêmica por causa da língua de seus apresentadores. Em maio de 1998, durante a exibição de uma reportagem sobre o Ballet Kirov, no programa "Fantástico", a emissora transmitiu uma voz em "off" (ao fundo) que fazia o seguinte comentário: "Isso é coisa de viado". A voz foi atribuída ao apresentador Pedro Bial, que não sabia que estava no ar.

As aventuras de Homer, sua esposa, Marge, seu filho mais velho, Bart, sua filha Lisa e a pequena Maggie estão na 16ª temporada --o contrato assinado com a Fox prevê produzir até a 19ª. Em 2002, a série, criada por Matt Groening e vista em mais de cem países, satirizou o Brasil, mostrando o Rio com macacos e ratos nas ruas e com uma população sexualmente agressiva.

Leia mais
  • Leia nota de Bonner sobre caso Homer
  • William Bonner imita Clodovil em vídeo que está na internet
  • Revista elege Homer Simpson um dos homens da década

    Especial
  • Enquete: Você concorda com William Bonner?
  • Leia o que já foi publicado sobre William Bonner
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página