Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
13/07/2006 - 12h00

Austrália detém recorde de línguas extintas do mundo

Publicidade

da Efe, em Sydney

A Austrália é o país com mais línguas extintas do mundo, com as 188 que um dia foram faladas pelos grupos aborígines locais, segundo um estudo do Worldwatch Institute citado nesta quinta-feira pela imprensa local.

O instituto, com sede nos Estados Unidos e dedicado à proteção ambiental, alerta no relatório "Sinais Vitais" para o fato de que 90% dos idiomas ainda conservados pelos aborígines australianos desaparecerão em questão de poucas décadas --tempo equivalente a uma geração.

O relatório considera a situação da Austrália pior do que a dos Estados Unidos, que perdeu 70 de suas línguas nativas, e a do Brasil, cujos povos indígenas viram 30 idiomas desaparecer.

Nos últimos 10 mil anos, o mundo perdeu 5 mil línguas, passando de 12 mil idiomas diferentes para os 7 mil atuais.

No caso da Austrália, atualmente só sobrevivem menos de cem dos mais de 250 idiomas e 700 dialetos que eram patrimônio dos aborígines há 300 anos. Apenas 30 deles ainda são falados normalmente e ensinados às crianças.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre dialetos
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página