Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
24/08/2006 - 11h58

Com bandeira do diálogo, mostra "Coexistence" chega ao Brasil

Publicidade

da Folha Online

Após passar por Londres, Paris e Nova York, a mostra "Coexistence", idealizada em 2001 como resposta ao ciclo de violência em algumas regiões de Jerusalém, chega pela primeira vez à América Latina. O cenário escolhido para a montagem da exposição é a Praça da Paz, no parque Ibirapuera, em São Paulo, que deste domingo (27) a 26 de setembro exibe 45 painéis com imagens impactantes.

Divulgação
Obra do artista polonês Piotr Mlodozeniec que percorreu o mundo com o grupo U2
Obra do artista polonês Piotr Mlodozeniec que percorreu o mundo com o grupo U2
A mostra de arte gigante e itinerante, trazida ao Brasil pelo Centro da Cultura Judaica e Petrobras, será aberta às 11h, com apresentações musicais ao ar livre. No programa tocam as orquestras Sinfônica de Heliópolis (Instituto Baccarelli) e da Sinfônica Jovem da Fundação CSN, além do grupo AfroReggae. Reconhecido por seu trabalho junto a comunidades carentes cariocas, o AfroReggae fará uma versão de "Imagine", de John Lennon, "canção tema" da mostra cedida pela própria Yoko Ono.

A proposta da "Coexistence" (segundo o dicionário, coexistência significa "existência simultânea"), é "sensibilizar e conscientizar a sociedade para a importância da integração, diálogo e do respeito ao 'outro', levando uma mensagem de diálogo e entendimento universal", afirma Raphie Etgar, curador da mostra criada pelo Museum on the Seam - for Dialogue, Understanding and Coexistence Jerusalém, localizado na "linha da costura" entre a Jerusalém judaica e árabe.

Divulgação
Obra da artista plástica brasileira Fátima Miranda, inpirada em Sebastião Salgado
Obra da artista plástica brasileira Fátima Miranda, inpirada em Sebastião Salgado
Assim, a exposição montada no Ibirapuera reúne 45 outdoors de 3 x 5 metros (veja alguns deles) criados por artistas de várias partes do mundo. Entre eles está o painel inspirado na obra de Sebastião Salgado da artista plástica e arte-educadora Fátima Miranda, vencedora do concurso promovido pelo Centro da Cultura Judaica e Museum on the Seam Jerusalém, que selecionou um artista brasileiro para a mostra.

Entre as imagens está também a obra do artista polonês Piotr Mlodozeniec com a palavra COEXIST escrita com símbolos do islamismo (a lua), judaísmo (a estrela) e cristianismo (a cruz), divulgada mundialmente pelo astro pop Bono, líder do U2, durante os shows da turnê "Vertigo".

Grandes placas com textos e pensamentos de Martin Luther King, Nelson Mandela, Isabel Allende, Albert Camus, Dostoievski, Virginia Woolf, Fernando Pessoa, Freud e Einstein também integram a exposição, que já passou por cidades como Londres, Nova York, Paris, Berlim, Barcelona, Roma, Sarajevo e Nova Orleans, entre outras.

Divulgação
Obra do artista isralense Yossi Lemel
Obra do artista isralense Yossi Lemel
Atividades paralelas

Além da exposição no Ibirapuera, o Centro da Cultura Judaica de São Paulo recebe paralelamente uma versão indoor da "Coexistence", mesas de debates, apresentações de danças e corais de diversas nacionalidades, tudo gratuito e aberto ao público -aos fins de semana, os eventos também se estendem ao Ibirapuera.

A programação na Casa de Cultura começa na próxima segunda-feira (28), e segue até o final de setembro. No Ibirapuera, as atividades começam no dia 2 de setembro.

Mais informações e detalhes sobre agendamento de visitas escolares monitoradas e atividades culturais paralelas estão disponíveis na rua Oscar Freire, 2500, ao lado do metrô Sumaré, ou pelo telefone 0/xx/11/3065-4333 e endereços www.culturajudaica.org.br ou www.coexistencia.org.br.

"Coexistence"
Quando: 27 de agosto a 26 de setembro. Segunda a domingo, das 5h à 0h.
Onde: Praça da Paz, Parque do Ibirapuera, zona sul de São Paulo.
Quanto: Grátis

Mostra indoor "Coexistence"
Quando: Segunda a sexta-feira, das 10h às 21h; sábados e feriados das 14h às 19h; domingos das 11h às 19h. Até 15/11
Onde: Galeria do Centro da Cultura Judaica (rua Oscar Freire, 2500)
Quanto: Grátis

Especial
  • Veja galeria com as imagens expostas na mostra "Coexistence"
  • Leia o que já foi publicado sobre preconceito
  • Leia o que já foi publicado sobre conflitos em Jerusalém
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página