Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/11/2006 - 22h03

Show do Black Eyed Peas em SP tem entrada tumultuada

Publicidade

DIÓGENES MUNIZ
da Folha Online

Confusão e bate-boca marcaram a entrada de pagantes na área vip do show do Black Eyed Peas, neste sábado, na Arena Skol Anhembi (zona norte de São Paulo). Famílias com crianças entre 8 e 14 anos foram barradas no portão que dava acesso à apresentação.

A Polícia Militar afirmou que a classificação etária do evento (que não constava dos ingressos) não permitia a entrada de menores de 14 anos, mesmo acompanhados de seus responsáveis.

Divulgação
Grupo norte-americano faz turnê no Brasil
Grupo norte-americano faz turnê no Brasil
O produtor teatral Alencar Santos, 29, e seu sobrinho Rui Aquino Santos, 10, viajaram do Rio de Janeiro para São Paulo de avião apenas para ir ao show. "É um desrespeito. Não achei [a classificação etária] no site do organização, então liguei para a Mondo Entretenimento [produtora do evento] e eles me garantiram que, acompanhado de um maior de idade ele, entraria", diz o produtor. Santos foi a um cartório para registrar uma autorização formal para seu sobrinho ir ao evento. "O Black Eyed Peas tem muito apelo infantil, não faz sentido ele não entrar."

Deni Bloch, responsável pela assessoria de imprensa da Mondo, negou que a organização tenha dado essa informação via telefone: "Garanto que nenhum atendente disse isso, porque eles nem sabiam nada sobre a idade permitida", disse ao produtor teatral e seu sobrinho. No site da Mondo, nada se diz sobre a classificação etária.

Ao ser informado da confusão, William Crunfli, presidente da Mondo, pediu para que seus funcionários colocassem os menores, "um a um", para dentro e esbravejou contra a polícia. A organização tentou abafar o caso afastando a imprensa do local do bate-boca. A Mondo nega a "operação abafa". Às 21h30, as famílias com menores de idade já estavam dentro do Anhembi.

Recentemente, a Mondo trabalhou na tumultuada turnê do grupo RBD no Brasil.

Cambistas

Duas horas antes do show, dezenas de cambistas tentavam vender ingressos da área vip e da pista do show do Black Eyed Peas. Em frente ao Anhembi, a procura no "mercado paralelo" era maior do que nas bilheterias do local.

Nas bilheterias, os ingressos vips (R$ 200) estavam esgotados, mas ainda havia de pista (R$ 100). Na mão de cambistas, era possível encontrar entrada para pista por R$ 40 (menos da metade do preço de bilheteria) e ingresso para área vip por R$ 150.

Leia mais
  • Fenômeno hip hop, Black Eyed Peas esquenta SP neste sábado
  • Líder do Black Eyed Peas estará em disco de Michael Jackson
  • Grupo de dançarinos excêntricos faz sucesso com clipe de Moby

    Especial
  • Leia tudo o que já foi publicado sobre o Black Eyed Peas
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página