Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
07/02/2007 - 20h17

Brasília sai do armário e pitboys atacam no Rio e SP; leia destaques GLS

Publicidade

SÉRGIO RIPARDO
Editor de Ilustrada da Folha Online

Há 20 anos, um cantor gay, tipo Renato Russo, lançou "Faroeste Caboclo", um torpedo de 9 min, repleto de versos ousados no governo do ex-presidente José Sarney ["E não protejo general de dez estrelas/Que fica atrás da mesa com o cu na mão"]. Como diria Clodovil, Brasília nunca mais foi a mesma, e a juventude pré-internet acordou e perdeu o medo.

Em 1994, ano do Plano Real, veio a cantora lésbica Cássia Eller com sua "Música Urbana 2" ["Os PMs armados e as tropas de choque/ vomitam música urbana"], também de Renato Russo. Nasceu Chicão, Cássia morreu, e todo mundo teve de falar publicamente sobre os direitos de sua companheira, Maria Eugênia, que conquistou a guarda da criança.

Pedro Marra/Divulgação
Pista de festa GLS, na AABB, em Brasília
Pista da festa GLS, na AABB, em Brasília
Em comum, Renato Russo e Cássia Eller respiraram a cena de Brasília. Esqueça os políticos e suas CPIs sem fim. Tampouco os economistas com seus planos e siglas de entendimento restrito. O famoso Lago Paranoá está cada vez mais cor-de-rosa, e a vida longe das repartições pulsa na capital federal.

Há festas gays pipocando na maquete de Niemeyer. Está todo mundo saindo do armário. A parada candanga já provocou o catolicismo fervendo diante da catedral. A militância também desponta. Por exemplo, a ONG brasiliense Estruturação ficou mais conhecida ao divulgar o caso de homofobia no "BBB7".

Pedro Marra/Divulgação
Promoter Lili Santana e Thales Sabino na festa
Promoter Lili Santana e Thales Sabino na festa
No fim de semana, rolou uma festa no salão de eventos da AABB reunindo mais de 4.000 gays e simpatizantes. Nem o temporal afugentou a turma. As pulseiras de acesso acabaram, e a produção improvisou com ingressos de papel.

"As pessoas deixam os problemas em casa e se divertem sem preconceitos", diz a empresária Lili Santana, que promove a balada mix uma vez por mês--a próxima será dia 10 de março.

"A Festa da Lili é a maior festa GLS do Centro-Oeste", conta o colunista Thales Sabino, do site "Finíssimo" e do portal gay "Parou Tudo".

Mas a maior visibilidade dos gays no cerrado brasileiro está longe de significar uma trégua na violência, principalmente em locais fora do reduto da classe média. Enquanto rolava a "Festa da Lili", a polícia do Distrito Federal encontrava o corpo de Vinícius Freitas Vieira, 19, dentro de uma poça de lama às margens de uma rodovia. Ele foi morto a 11 golpes de facão na cabeça, na face, na mão direita, no cotovelo e no joelho. O crime foi registrado como homofobia. A vítima foi encontrada com R$ 8 no bolso. Vinícius era travesti e fazia programa em Taguatinga. Seu nome de guerra era Princesa.

De mão em mão

Reprodução
Flyer aposta em paquera gay
Flyer aposta em paquera gay
Já se apaixonou por um flyer? O DJ e designer Paulo Agulhari, 31, que toca na Bubu e na The Week, é responsável por alguns convites bacanas em São Paulo.




Reprodução
Ilustração mostra tribo dos descamisados
Ilustração mostra tribo dos descamisados
Folha Online- O que não pode faltar em um flyer de festa gay?

Paulo Agulhari- Imagens de homens em poses sensuais ou rostos bonitos, mas nada vulgar. É preciso ter cuidado com as cores ou o flyer fica berrante e confuso. As fontes não devem deixar a arte poluída e ilegível. Tem de passar sensualidade com tipos de fontes modernas. Uma vez fiquei surpreso: cheguei a uma festa e vi muitos dos meus flyers como parte da decoração da casa.

Reprodução
Flyer ajuda no sucesso da festa, diz designer
Flyer ajuda no sucesso da festa, diz designer
Folha Online- Que ilustrações fazem sucesso?

Agulhari- Há uma coleção de um selo musical chamado Hed Kandi. As ilustrações deles são incríveis. São mulheres modernas e bem produzidas. Fica aqui a dica para algum ilustrador que conheça esses trabalhos do Hed Kandi e queira fazer na versão masculina.

Folha Online- Como foi seu começo com flyer?

Agulhari- Foi uma brincadeira: uma amiga promoter me pediu para fazer um convite de uma festa. Coloquei meu telefone no cantinho do convite e comecei a receber pedidos. Alguns designer usam Mac, mas eu faço no PC mesmo com Corel Draw e Photoshop.

Dunda do bem

Biluzinhas no maior frisson: é tudo aquilo mesmo ou rolou um photoshop bá-si-co no ensaio do ex-BBB Iran? Coca 2 litros. Bambam no chinelo.

Se meu Fusca falasse

Viu a última do Simão? Não se usa mais aquela expressão "dar uma elza". Agora é "dar um esper". Rarará!

Folha Imagem
Duilio vive em casarão estilo art déco, de 1938
Duilio vive em casarão estilo art déco, de 1938
Novo blogueiro

Colunista da seção GLS da Revista da Folha, Duilio Ferronato, 43, estréia blog na Folha Online neste domingo (11). O designer de móveis e objetos é casado com o ator Rodrigo Bolzan (do filme "Cama de Gato"). Os dois criam um gato de 17 anos e uma cachorra de 9, numa casa enorme com quintal.

"O blog vai tratar de assuntos diários da vida de um paulistano. Que trabalha sem parar, sai a noite para jantar, ir ao cinema, teatro e exposições. Vai muito à casa de amigos e pratica um pouco de esportes."

O endereço será: www.folha.com.br/blogdoduilio

Sapataria informa

Em São Paulo, bolachas vão dançar Madonna no sábado (10), a partir das 22h, em mais uma festa "Tête-à-Tête". As meninas apelidaram a edição como "Dykonna, Confessions on the Sapa's Floor", uma brincadeira com o nome do CD e referências às lésbicas. Haverá projeção do DVD. A balada será no espaço cultural Impróprio (r. Dona Antônia de Queiróz, 40, perto do shopping Frei Caneca, tel. 0/xx/11/3255-5274).

Divulgação
Peças da coleção "Ladies Weapons", de Antonio Riello, fotografada por Maurizio Gaddo
Peças da coleção "Ladies Weapons", de Antonio Riello, fotografada por Maurizio Gaddo
É guerra, é guerra

Pitboys voltaram a atacar gays nas principais cidades brasileiras. No Rio, o coió atinge a rua Farme de Amoedo, em Ipanema, onde atua um grupo homofóbico identificado como "Farmeganistão". Em São Paulo, as agressões ocorrem nos Jardins, na região da Alameda Itu com a Consolação, e em ruas próximas à praça da República, no centro.

Divulgação
Bomba de "Ladies Weapons"
Bomba de "Ladies Weapons"
Um relatório sobre os casos foi preparado por militantes para ser entregue a Ronaldo Marzagão, secretário da Segurança Pública de SP, durante audiência com Gui Tronolone (Núcleo da Diversidade Sexual do PSDB), Cássio Rodrigo e Dimitri Sales(Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual, da Prefeitura de SP), além de Alexandre Santos (Associação da Parada do Orgulho GLBT de SP).

"Pedimos policiamento comunitário nos locais atingidos por esses casos, capacitação e sensibilização dos efetivos das polícias Civil e Militar e fortalecimento da estrutura da Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e de Intolerância)", conta Gui Tronolone.

Há um ano, os gays comemoravam a aceitação ao filme "O Segredo de Brokeback Mountain", e muita gente montou o unicórnio, apostando no fim das perseguições.

Novo point

E a recém-inaugurada Clash Club (Barra Funda, 969)? Alguns DJs gays não gostaram do som, acharam o espaço largado demais, sem clima intimista. Ainda está na fase "gente misturada curiosa para conhecer". Ninguém sabe que tipo de público sobreviverá. A aposta é nos ratos de raves.

Divulgação
Imagem do fotógrafo Michael Reh
Imagem do fotógrafo Michael Reh
Reprodução
Corpo é o foco de Michael Reh
Corpo é o foco de Michael Reh
Colírio

As imagens do fotógrafo alemão Michael Reh enchem os olhos do público gay. "Sun Kissed" e "Men in Motion" são exemplos de livros que exploram o universo masculino, mostrando garotos em situações íntimas, em cartões-postais clássicos. Há quem critique esse gênero da fotografia, dizendo ser fácil pegar um monte de modelos sarados, molhar ou besuntar seus corpos com óleo, e clicá-los nus em uma praia, em preto-e-branco para dar um verniz de arte. Em seu site, há um amostra do seu trabalho.

Grand Circus Basfond

O empresário Sergio Kalil reapareceu. Fará o tradicional Carnaval do "Basfond", que será realizado durante cinco dias (dia 16 a 20). O lugar é o antigo Olympia, hoje Sampa Hall (r. Clélia, 1.517, Lapa, tel. 0/xx/11/3675-3000). E o projeto da Central Club, uma casa noturna no largo Paissandu? Ainda na promessa, sem data para abrir.

Dicas de sites

Parada de São Paulo está com enquete no ar para o internauta escolher a imagem do evento neste ano, que será no dia 10 de junho na av. Paulista.

Blog do Cabelo dá dicas sobre penteados de meninos e meninas, além de curiosidades. Sabia que o corte mais caro custou quase R$ 4.000.

Dicas de vídeos

"Boneco emo" mostra um boneco sensível, deprimido, uma sátira a tribo das franjas, em um programa da TV americana. É humor negro.

"Calypso" é uma canção de Suzanne Vega, ideal para quem está sofrendo por amor. Repare a letra ("I let him go"). Chore. Mas só uma cena. Depois, dê a volta por cima.

"Destaques GLS" é publicada às quartas. Endereço para envio de comentários e sugestões: sergio.ripardo@folha.com.br. Só serão respondidos e-mails de remetentes identificados

Leia mais
  • Florianópolis quer "roubar" gays do Rio no Carnaval
  • Polícia faz megablitze em reduto gay de SP
  • Gays americanos amam sunga brasileira
  • Saiba o que a elite gay vai vestir no verão
  • Veja quem saiu do armário em 2006
  • Guia ensina turista gay a usar 8 idiomas

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre destaques GLS
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página