Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/04/2007 - 23h29

Posto 9 é um pecado na Semana Santa; leia destaques GLS

Publicidade

SÉRGIO RIPARDO
Editor de Ilustrada da Folha Online

Olha o pecado: passar a Semana Santa no reduto gay mais famoso do Rio. A paquera grita nas redondezas do posto 9 da praia de Ipanema (zona sul). Gringos e nativos trocam olhares, gestos, carícias e marcam encontros. Michês encorpados também batem ponto por lá. Ambulantes detonam a polifonia ("olha o mate, olha o açaí, biscoito Globo, alô brownie, alô larica"). A brisa carrega um cheirinho de maconha.

Além do clima de paraíso tropical, o preço da "carne" ajuda a explicar o sucesso dos garotos cariocas com estrangeiros gays. Em Nova York, eles gastam US$ 200 por uma transa. No Posto 9, há pechincha de US$ 20 e muita oferta de sexo gratuito devido ao fetiche da turma nativa de sair com gringos (eles também adoram o calor da pele morena) ou aprender um outro idioma de forma mais lúdica.

Sérgio Ripardo/Folha Imagem
Com sunga "Made In Brazil", rapaz toma sol em Ipanema no último dia 9
Com sunga "Made In Brazil", rapaz toma sol em Ipanema no último dia 9
Ressaca
Sérgio Ripardo/Folha Imagem
Restaurante "Colher de Pau", na r. Farme de Amoedo, em Ipanema
Farme de Amoedo abriga botecos, restaurantes e lanchonetes


No verão 2007, o turismo no Rio sofreu com o freqüente noticiário de violência na cidade, hotéis caros, excesso de chuvas e crise nos aeroportos.

"O número de clientes caiu 15%. A temporada ficou abaixo da expectativa", diz Eduardo Lima, diretor da Rio G, operadora de turismo GLS.

A esperança agora é com os Jogos Pan-Americanos, em julho. "Vamos negociar tarifas melhores com os hotéis, que cobraram preços absurdos, afugentando muita gente."

Sérgio Ripardo/Folha Imagem
Além do frescobol na praia, freqüentadores contam com quadras para vôlei e futebol
Além do frescobol na praia, freqüentadores contam com quadras para vôlei e futebol
Alibãs do mal

Conflitos entre policiais e gays também são preocupantes em Ipanema. Há denúncias de extorsão, conta o diretor da Rio G. Nesta semana, um evento no Rio Othon reúne representantes das polícias de diversos Estados, com a proposta de discutir uma política da segurança pública para o público gay.

Sérgio Ripardo/Folha Imagem
No trecho gay da praia de Ipanema, homens se beijam livremente, sem medo de censura
No trecho gay da praia de Ipanema, homens se beijam livremente, sem medo de censura
Neste ano, pichações com ameaças homofóbicas, atribuídas a um grupo intitulado "Farmeganistão", atingiram muros da Farme de Amoedo, principal rua de freqüência GLS de Ipanema. "Os gays temem mais a polícia do que esses 20 caras, uma minoria antiga da Farme. O que eles vão fazer? Os gays são maioria aqui", diz o diretor da Rio G.

Coqueirão

Sérgio Ripardo/Folha Imagem
Trecho do "Coqueirão" (ao fundo, morro Dois Irmãos) amplia fronteira
Trecho do "Coqueirão" (ao fundo, morro Dois Irmãos) amplia fronteira
As fronteiras da presença gay em Ipanema se ampliam a cada temporada. O cinturão cor-de-rosa já vai do posto 7 (praia do Arpoador) às proximidades do posto 10. O burburinho maior ocupa cerca de 500 metros de praia, em 15 barracas, que cobram até R$ 10 por duas cadeiras e um guarda-sol.

Os preços são mais elevados nessa região, devido principalmente à maior concentração de estrangeiros. Um público mais mix se encontra no trecho conhecido como "Coqueirão" (coqueiro mais alto desse trecho entre ruas Maria Quitéria e Joana Angélica).

Os preços são salgados até na hora de fazer xixi ou molhar o corpo no chuveiro. No banheiro do Posto 9, paga-se à prefeitura R$ 1, taxa também cobrada em outros postos da orla. O lugar só tem um mictório, fétido.

Sérgio Ripardo/Folha Imagem
Casal hétero abraça filho em reduto gay da praia de Ipanema no último fim de semana
Casal hétero abraça filho em paraíso gay da praia de Ipanema no último fim de semana
Haja pombo

A sujeira é outro problema do paraíso gay. Os freqüentadores jogam lixo na areia. Nem todas as barracas distribuem sacolinhas para recolhimento. Apenas latinhas de cerveja despertam o interesse de catadores. Flyers de boates e saunas, jornais, revistas, cigarros, garrafinhas de água e até embalagens de preservativos queimam o filme da área.

Sérgio Ripardo/Folha Imagem
Lixo jogado na areia atrai mais de 200 pombos no trecho gay da praia de Ipanema
Lixo jogado na areia atrai mais de 200 pombos no trecho gay da praia de Ipanema
Lôca no Rio?

Na Farme, dois quarteirões (entre Prudente de Moraes e Barão da Torre) abrigam diversos restaurantes, bares, botecos, docerias e lanchonetes. Um dos últimos empreendimentos abertos foi a cervejaria Devassa, no nº 416. Ao lado, há um misterioso imóvel de parede preta que abrigaria uma boate, mas a prefeitura não liberou ainda o alvará. Segundo o diretor da Rio G, comentou-se na Farme que seria uma filial carioca da "A Lôca", mas um assessor da casa noturna nega, em um tom abusado.

Sérgio Ripardo/Folha Imagem
Ambulante vende santinhos na praia gay; Iemanjá, São Sebastião e São Jorge lideram
Ambulante vende santinhos na praia gay; Iemanjá, São Sebastião e São Jorge lideram
Feriado é sagrado

Em pé, na beira da praia, os michês exibem o corpo, olhando o movimento de quem passa. Alguns estão em ereção e, quando captam uma olhada, respondem com um toque no membro, por cima da sunga. A poucos metros dessa cena, um ambulante vende imagens santas em papel. Iemanjá, São Sebastião e São Jorge são os mais procurados. Ele oferece cada santinho por R$ 3, acompanhado de um escapulário. É fim da tarde. O feriado acaba. Os pombos fazem a festa. Salve, Ipanema.

Rapi10

Sérgio Ripardo/Folha Imagem
Bofetada é um dos points mais tradicionais da r. Farme de Amoedo, no nº 87, em Ipanema
Bofetada é um dos points mais tradicionais da r. Farme de Amoedo, no nº 87, em Ipanema
1- O botequim-restaurante "Tô Nem Aí" (no nº 57 da Farme de Amoedo) serve coquetéis afrodisíacos. Um se chama "Fodinha" (R$ 12) com tequila prata, licor de menta, anis, canela em pó, flambado. Outro se chama "Orgasm Layer" (R$ 13), com licor de café, amaretto e baileys. No Bofetada, a caipirinha é poderosa.

2- A Le Boy (r. Raul Pompéia, 102, Copacabana) faz neste sábado (14) uma festa em homenagem a Celine Dion. Serão tocados os sucessos em versão remix da cantora canadense, quiz, distribuição de CDs e brindes. Apesar do aviso na entrada da boate de que mulher paga R$ 100, nesta festa, o ingresso será de R$ 35. Homem paga R$ 10 (com flyer), R$ 20 (sem) ou R$ 25 (após 1h).

Sérgio Ripardo/Folha Imagem
Principal vista do trecho gay de Ipanema é o arquipélago das Cagarras, a 5 km da praia
Principal vista do trecho gay de Ipanema é o arquipélago das Cagarras, a 5 km da praia


3- Seu amigo gringo está insistindo para conhecer uma favela no Rio? Custa R$ 50 um passeio pela Rocinha. É mais caro do que subir o Corcovado (R$ 40) ou ir a uma escola de samba (R$ 40).

4- Em Belo Horizonte, a boate Josefine fechou para reforma, mas reabre na primeira semana de maio. Quintas e sábados, as noites são gays. Nas quartas e sextas, muda a logomarca para Roxy e recebe público hétero. "Firmamos parceira com a The Week para trazer DJs renomados", conta a promoter Paula Matta Machado.

Sérgio Ripardo/Folha Imagem
Mar bravio desestimula banho em Ipanema; no detalhe, placa alerta sobre perigo das águas
Mar agitado desestimula banho em Ipanema; no detalhe, placa alerta sobre perigo das águas


5- Em Curitiba, a revista "Lado A" completa um ano com sua 13ª edição, que começa a ser distribuída neste final de semana. A publicação foi idealizada pelo militante Allan Johan, 26, que tem planos de lançar em maio uma versão paulista da revista, além de colocar no ar um site especializado em moda masculina.

6- Em SP, rolou uma "elza" em uma sauna, em plena Páscoa. Uma nota de R$ 50 foi furtada do armário de um cliente antigo, sem sinal de arrombamento. Devido à chuva forte, o lugar estava praticamente vazio (menos de dez clientes). Pintou o estresse, e o gerente decidiu ressarcir a vítima.

7- Em São Paulo, um shopping center demitiu um segurança após ele ter sido flagrado fazendo sexo com outro homem no espaçoso banheiro para portadores de deficiência, aquele onde há uma barra na parede e quase sempre está desocupado. Procurado, o shopping evitou comentar o caso.

Sérgio Ripardo/Folha Imagem
Em 500 metros de praia, com 15 barracas, homens exibem tatuagens e corpos sarados
Em 500 metros de praia, com 15 barracas, homens exibem tatuagens e corpos sarados


8- Bombadas só falam da Brazilian Pool Party neste domingo (15), a partir das 10h, em um sítio em Alphaville, na Grande SP. O primeiro lote com mil ingressos (R$ 25) já foi vendido. A festa terá DJs Vlad, Mauro Borges, Ricardo Mota, Fabio Flyer, Jeff Valle, Gustavo Vianna, Felipe Lira, Robson Mouse e Rodolfo Bravatt. [Cancelamento]

9- A cantora Preta Gil, filha do ministro da Cultura Gilberto Gil, vai fazer o papel de vilã em "Caminhos do Coração", próxima novela da Record.

10- Em Copacabana, a boate La Cueva (r. Miguel Lemos, 51, subsolo) lembra a caverninha da paulistana "Lôca", mas a pista é menor, e o clima é mais claustrofóbico.

Dicas de sites

"Karine Alexandrino" emplacou na lista de "Veja" sobre novas vozes femininas. Nada mal para uma "Mulher Tombada".

"Cabeleireiro rouba para ser preso e ver namorado na cadeia". Você não leu esta notícia? Já pra casinha.

Dicas de vídeos

"Earth Intruders" é o single do novo CD de Björk ("Volta"). A Warner obriga o YouTube a tirar do ar versão completa, que tem uma percussão à la Timbalada. Vai bombar.

"Ipanema" é um vídeo caseiro mostrando freqüentador do Posto 9 em atitudes estranhas, na praia. Louca, alucinada e criança.

"Destaques GLS" é publicada às quartas. Endereço para envio de comentários e sugestões: sergio.ripardo@folha.com.br. Só serão respondidos e-mails de remetentes identificados

Leia mais
  • Thalia Bombinha sacode Teatro Folha
  • Edson Cordeiro fala grosso; SP abre nova boate
  • Boate de SP abre guerra a gays "truqueiros"
  • São Paulo vira capital do "gay carão";
  • Gays deitam no divã e enfrentam 3 tormentos
  • Guia ensina turista gay a usar 8 idiomas

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre destaques GLS
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página