Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/03/2007 - 19h08

Professora é acusada de abuso após publicação de vídeo no YouTube

Publicidade

da Ansa, em Lecce (Itália)

A professora de matemática acusada de abusar sexualmente de menores foi interrogada hoje pela promotoria da cidade de Lecce, na região da Puglia (sudeste italiano).

O processo foi aberto pela promotoria depois da divulgação de um vídeo no site YouTube, em que aparecem alguns estudantes, todos menores de idade, atrás da professora --abraçando seus quadris e a apalpando, enquanto as calças deixavam descoberta sua calcinha.

A professora, acompanhada de seu advogado Massimo Bellini, chegou pela tarde ao Palácio de Justiça da cidade, onde era aguardada pelo juiz titular da investigação. Para evitar o assédio dos jornalistas, a mulher se escondeu atrás de suas roupas.

A investigação sobre os acontecimentos (ocorridos há um ano, no Instituto Aeronáutico de Lecce) concluiu sua primeira fase, mas ainda continua com a checagem de episódio semelhante supostamente ocorrido no passado --hipótese nascida nos interrogatórios realizados pela polícia.

A mulher, que sempre afirmou ter sido ela a vítima, utilizou seu direito de ficar calada e relatou sua versão dos fatos em um dossiê entregue a uma representante ministerial.

Leia mais
  • Rumores sobre "Google Phone" circulam no setor de telefonia móvel
  • Sistemas de navegação de carros viram entretenimento "hi-tech"
  • Vista terá pouco impacto em mercado de computadores, diz pesquisa
  • Número de celulares cresce só 0,46% em fevereiro e fica em 101 milhões
  • Dados de cartões de crédito estão à venda na web por R$ 4
  • Diário de Hannover: Cebit movimenta turismo sexual de cidade alemã

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre abuso sexual
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página