Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/03/2007 - 07h05

Guerra no Iraque custa cerca de US$ 300 milhões/dia

Publicidade

da Folha Online

Desde o início da operação militar no Iraque, o governo dos Estados Unidos calcula ter gasto mais de US$ 290 bilhões. Para algumas organizações independentes, este custo pode ser ainda maior: a ONG National Priorities Project, um grupo independente que visa medir os gastos governamentais em diversas áreas, diz que a Guerra do Iraque já consumiu mais de US$ 409 bilhões ao cofres públicos americanos.

Os custos aumentam a cada ano. Em 2003, primeiro ano da invasão, os EUA gastaram estimados US$ 51 bilhões. O site de análises militares GlobalSecurity.org afirma que, se a ação for além do ano 2010, o custo total da guerra pode ultrapassar o US$ 1 trilhão --cifra bem diferente dos US$ 50 bilhões previstos pelo governo antes do início da invasão americana para financiar toda a ação.

Além do gasto excessivo, os custos para o Iraque atraem críticas também pela forma como os recursos são alocados --por meio de pedidos emergenciais, geralmente com pouco tempo para o Congresso supervisionar ou mesmo saber onde o dinheiro será gasto.

US$ 300 milhões/dia

As estimativas sobre os custos da guerra variam devido a uma série de fatores --principalmente relativos aos itens contabilizados como gasto direto ou indireto.

Segundo o jornal americano "New York Times", a operação militar em si --helicópteros, tanques, combustível, salários para soldados, salários para reservistas e terceirizados, custos de reconstrução do Iraque-- já custa cerca de US$ 300 milhões por dia.

O valor significa cerca de US$ 2 bilhões por semana e até US$ 700 bilhões em gastos diretos durante toda a guerra.

Contabilizando gastos indiretos, o jornal cita economistas para estimar um custo total entre US$ 1 bilhão e US$ 2 bilhões.

Orçamento

Em fevereiro, o presidente dos EUA, George W. Bush, propôs um orçamento total para o governo de US$ 2,9 trilhões em 2008. Destes, US$ 624,6 bilhões --mais de um quinto do total do Orçamento para 2008-- serão destinados para gastos militares

Bush prevê que vai gastar US$ 145 bilhões só com a guerra no Iraque e no Afeganistão em 2008. O custo inclui também a substituição de equipamentos perdidos em combate. A verba para 2007 prevê mais de US$ 100 bilhões para as duas guerras. Já para 2009, o Orçamento até agora prevê apenas US$ 50 bilhões --e não pede nenhum recurso para os anos seguintes.

Na última semana, o Comitê de Apropriações da Câmara dos Representantes (deputados) dos EUA aprovaram uma medida que prevê a liberação de gastos emergenciais de US$ 124,1 bilhões, incluindo US$ 95,5 bilhões para a continuidade da luta no Iraque e no Afeganistão em 2007.

Com Reuters

Leia mais
  • Iraque é país que desmorona aos poucos, diz especialista
  • Saiba mais sobre o Iraque
  • Veja os principais problemas enfrentados pelo Iraque
  • Leia as frases mais marcantes sobre o conflito no Iraque
  • Ano de 2006 é recordista em mortes de civis no Iraque, diz ONG
  • Veja a cronologia do conflito no Iraque

    Especial
  • Leia a cobertura completa sobre o Iraque sob tutela
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página