Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
16/06/2000 - 20h41

Fundador da Herbalife morreu de overdose, diz polícia

Publicidade

da Reuters
em Los Angeles (EUA)

Mark Hughes, o fundador da Herbalife Internacional que foi encontrado morto em sua cama dia 21 de maio, morreu de overdose acidental de álcool e do antidepressivo Doxepin, disse um porta-voz da polícia da cidade de Los Angeles nesta sexta-feira (16).

O porta-voz Scott Carrier disse que os exames de toxicologia de Hughes mostraram altos níveis de álcool no sangue, bem como tóxica concentração de Doxepin.

"Não há evidência que tenha sido uma overdose intencional e é por isso que a morte foi acidental. Não há traumas no corpo e nenhum dado causado por criminoso", disse Carrier.

"A combinação entre o álcool e o medicamento causou a morte de Hughes", disse.

O porta-voz não soube informar se os altos níveis de Doxepin, 2,1 microgramas por mililitro de sangue, teriam sido fatal mesmo sem a presença do álcool.

Carrier disse que Hughes, que fundou em 1980 a Herbalife para fabricar produtos nutricionais de emagrecimento, tomava Doxepin pois seu médico receitou o medicamento para ajudá-lo a dormir.

Hughes tentava comprar nos últimos meses todas as ações da Herbalife para torná-la privada novamente. A operação de US$ 510 milhões foi anunciada em setembro de 1999, mas fracassou em abril.

O empresário tinha 44 anos quando morreu.

Clique aqui para ler mais notícias internacionais na Folha Online.

Leia mais notícias da Reuters na Folha Online

  • Discuta esta notícia nos Grupos de Discussão da Folha Online
  •  
    Envie sua notícia

    Publicidade

    As Últimas que Você não Leu

    1.  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Smart TV Smart TV Diversas ofertas a partir de R$ 856,11

    Notebook Notebook Trabalhe, estude, jogue, a partir de R$ 769,00

    Celulares | Tênis | Mais...

    Voltar ao topo da página