Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
08/10/2008 - 12h37

Desabamento de prédio mata ao menos nove pessoas no Egito

Publicidade

da Folha Online

Ao menos nove corpos foram retirados dos escombros de um prédio de apartamentos que desmoronou ontem à noite na cidade de Alexandria, na costa norte do Egito, informaram fontes de segurança nesta quarta-feira. Ao menos mais três pessoas continuam desaparecidas, acrescentaram as fontes.

Entre as vítimas está uma mãe encontrada abraçada ao seu bebê, informou a agência de notícias estatal Mena. Ao menos outras dez pessoas ficaram feridas e os funcionários das equipes de resgate continuavam procurando por mais vítimas, acrescentou a agência.

Reuters
Cuirosos observam prédio que desabou no Egito deixando ao menos nove mortos
Cuirosos observam prédio que desabou no Egito deixando ao menos nove mortos

Samih Nazmi, 28, que vivia no andar térreo com os pais, disse que o prédio fez um barulho como o de uma explosão de um cilindro de gás quando desmoronou. "Por sorte, o andar térreo ficou quase intacto. Meus pais e eu saímos por um vão até uma casa vizinha", disse à Reuters.

O prédio, no centro da cidade, foi construído em 1955 e o proprietário acrescentou um quinto andar em 1997, violando as regras de construção --prática considerada comum no Egito--, informaram fontes da polícia e moradores do local.

Os moradores haviam avisado as autoridades locais que o prédio não era seguro e as autoridades haviam ordenado a remoção do quinto andar, além de outras mudanças estruturais. As ordens, no entanto, não foram cumpridas. No prédio viviam 36 pessoas, mas nem todas estavam no momento do desabamento.

Com Reuters

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página