Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
17/01/2003 - 19h45

Bush poderá assumir sozinho a guerra contra Iraque, diz Powell

da France Presse, em Munique

O presidente norte-americano, George W. Bush, está disposto a assumir "'sozinho, e com as nações que pensam como ele", a responsabilidade de uma guerra no Iraque, se "a comunidade internacional não estiver disposta a isso", declarou o secretário de Estado norte-americano, Colin Powell, ao diário alemão "Sueddeutsche Zeitung".

"O presidente ainda não tomou uma decisão sobre o início de uma guerra", destacou Powell, neste entrevista concedida a cinco correspondentes de países que acabam de entrar no Conselho de Segurança como membros não-permanentes, entre os quais a Alemanha.

Bush disse que queria "resolver o problema pacificamente", acrescentou o secretário de Estado. Porém, "se o assunto não for resolvido de maneira pacífica, o presidente acredita que a comunidade internacional tem a obrigação de desarmar o Iraque pela força".

"Se a comunidade internacional não estiver disposta a isso, o presidente acha que os Estados Unidos deverão assumir sozinhos esta responsabilidade, juntamente às nações que pensam como ele", afirmou Powell.

"De uma forma ou de outra, temos que desarmar o Iraque", insistiu.

Powell admitiu que, neste caso, poderia ser "sensato" que a ONU pronuncie uma segunda resolução que autorize este ataque.

Leia mais no especial Iraque

Leia também:

  • EUA enviam mais 7 navios com 10 mil homens ao golfo Pérsico

  • Bomba explode em frente à casa de diplomata dos EUA em Madagáscar

  • Pedófilo belga será julgado por crimes cometidos em 1996

  • Inaugurado túnel ferroviário que liga a Espanha à França

  • Miss Alemanha diz que gostaria de conversar com Saddam Hussein


  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página