Publifolha
18/03/2008 - 09h01

Veja técnicas para escrever melhor e organizar o texto

da Folha Online

Organizar o pensamento de forma coerente é fundamental para escrever bem. Algumas pessoas também gostam de fazer rascunhos e pedir opinião dos outros na hora de redigir um texto.

Reprodução
Livro ensina a escrever de maneira eficaz cartas, e-mails, e relatórios
Livro ensina a escrever de maneira eficaz cartas, e-mails, e relatórios

Para quem tem dificuldades na hora de escrever, o livro "Como Escrever Melhor", da "Série Sucesso Profissional", da Publifolha, apresenta diversas apresenta uma série de técnicas que ajudam a redigir um bom texto.

Leia abaixo trecho do livro.

*

DESENVOLVA SEU MÉTODO

Não existe um método de escrever único; cada pessoa precisa criar o seu. Mas há algumas etapas que devem integrar qualquer processo de redação, como a reflexão sobre a organização do texto, a pesquisa, o esboço e a releitura, entre outras.

Uma reflexão sobre a unidade

A principal virtude de um texto é sua unidade. Por essa razão, antes de sentar-se para escrever, você deve definir bem o assunto e saber como trabalhá-lo de maneira coerente. Você tratará dele do princípio ao fim do texto. As partes se juntarão para formar o todo -o segundo parágrafo será o desdobramento do primeiro e o prenúncio do terceiro. Da mesma forma que se percebe a falta de peças em um quebra-cabeça, o leitor sabe quando está faltando algo no texto. É fundamental que a "história" tenha começo, meio e fim.

A organização do texto

Para que o texto tenha unidade, deve incluir:
* Introdução. Apresenta o assunto, recupera o conhecimento partilhado e esclarece o objetivo.
* Desenvolvimento. Expõe as novas informações, discute, comprova, compara, contradiz ou justifica a procedência do que está ali. A extensão dessa parte é determinada pela quantidade de informações necessárias para atingir o leitor.
* Conclusão. Sintetiza os pontos relevantes, reafirma as novas informações e externa o juízo de valor do autor sobre aquilo que foi dito.

Saiba como pesquisar

Dominar o assunto sobre o qual se vai escrever é fundamental. Portanto, é valioso ter à mão informações pertinentes. Para isso, você deve coletar e organizar dados. Essa tarefa foi facilitada pela Internet, que abriu infinitas possibilidades de acesso ao conhecimento. Feita a pesquisa, organize as informações em pastas, no computador ou num fichário físico.

Faça um esboço

No momento do esboço, o primeiro passo é listar todas as idéias e informações que você julgar pertinentes para a execução do trabalho. Não se preocupe com a ordem. Escreva livremente tudo que lhe vier à cabeça. Em seguida, faça uma leitura crítica e comece a eliminar idéias irrelevantes, detalhes dispensáveis e questões que poderão ser eventualmente levantadas em novos textos, desdobramentos do que você pretende dizer agora. Dessa maneira, jogue fora o que é inútil. Por último, você deve reunir as idéias e informações que ficaram, dispondo-as segundo uma gradação de importância. Antes de mais nada, o que é fundamental, seguido do que é importante e complementado pelo que é acessório.

E mãos à obra
A partir do esboço, escreva livremente. Não se critique! Você não precisa necessariamente começar pelo começo. Desenvolva de início a idéia que você considera mais fácil. O risco de se perder é muito pequeno, pois agora você dispõe de um esboço, onde estão listadas todas as idéias que deverão aparecer no texto a ser produzido. Você vai perder um pouco de tempo na hora de montar os parágrafos. Mas não desanime. Ao final, vai verificar que todo o esforço valeu a pena. Montados os parágrafos, procure encadeá-los em seqüência lógica, de acordo com a estrutura escolhida e de maneira a não prejudicar a unidade do texto. Depois, não pense em ler e reescrever o texto imediatamente. Deixe-o amadurecer por algum tempo. Somente assim você terá o distanciamento crítico necessário a uma boa revisão do que produziu.

Revise e reescreva

Após uma leitura atenta -de preferência em voz alta-, reescreva seu texto. Observe se as informações estão organizadas da maneira mais clara possível e também se as palavras escolhidas são as mais adequadas ao contexto. Posteriormente, faça as devidas correções, consultando dicionários e, se for necessário, também gramáticas. Cuide da apresentação gráfica do material que está produzindo, inclusive das ilustrações, caso elas estejam previstas. Mais uma vez, corte tudo aquilo que for inútil, pois ter a coragem de escrever um texto não é tudo; deve-se ter a coragem de "cancelar". Por fim, antes de fazer uma última leitura, peça a opinião de colegas e deixe o texto "descansar" por algum tempo.

Peça opinião

Ouvir opiniões sobre seus textos certamente vai ajudá-lo a detectar "furos" de raciocínio. Muitas vezes, o que está aparentemente claro soa confuso para o leitor, que não tem a capacidade de ler sua mente. Por isso, para ele, as idéias podem parecer soltas, os parágrafos desconexos, e o texto não fazer o menor sentido. Sozinho fica difícil você perceber esse tipo de problema.

Como Escrever Melhor
Autor: José Paulo Moreira de Oliveira e Carlos Alberto Paula Motta
Editora: Publifolha
Páginas: 72
Quanto: R$ 19,90
Onde comprar: Nas principais livrarias, pelo telefone 0800-140090 ou no site da Publifolha