Publifolha
18/02/2009 - 12h55

Programa de fim de semana, feira na Liberdade oferece de yakisoba a peixes ornamentais

da Folha Online

Com cerca de 240 barracas que oferecem itens orientais e ocidentais, a Feira de Arte, Artesanato e Cultura da Praça da Liberdade, ou simplesmente "Feirinha da Liberdade", funciona aos sábados e domingos, das 9h às 18h, no bairro oriental de São Paulo.

Reprodução
Guia traz informações completas sobre o bairro oriental mais famoso do Brasil
Guia traz informações completas sobre o bairro da Liberdade

Aberta desde 1975, recebe milhares de paulistanos e turistas interessados em itens que vão da yakisoba aos peixes ornamentais. As barraquinhas vendem bijuterias, peças de vestuário, artigos místicos, instrumentos musicais, plantas, curiosidades e oferecem muita comilança em pé, em meio à multidão.

Veja abaixo atrações da feira listadas no "Guia da Liberdade", livro da Publifolha que apresenta uma seleção dos melhores endereços e atrações do bairro.

*

Aquário - peixes ornamentais coloridos como o betta e filhotes de carpa, dentre outras espécies. Ficam pendurados em saquinhos plásticos transparentes.

Bonecos - artesãos expõem pelúcias, bonecos em madeira, pano e plástico. Há também gueixas feitas na China.

Bolinho de feijão - bolinho assado recheado com feijão doce. Pode-se encontrar também o moti, doce feito de arroz.

Comida nordestina - acarajé, cuscuz, bolo de milho e potinhos de sagu, entre outras opções.

Espetos - espetinhos variados de camarão, de lula com molho de shoyu quente, de carne e também de morango com chocolate.

Guioza - tachos quentes fritam pequenos pastéis de carne de porco cozidos no vapor.

Lanternas - tipo chouchin, de vários tamanhos, cores e formatos. As mais procuradas são as arredondadas com ideogramas.

Luminárias - feitas à mão em madeira e vidro jateado com ideogramas japoneses, são abajures orientais. Encontram-se também modelos em bambu.

Mística - há barracas com máscaras, fadas, gnomos, incensos, artigos taoístas, símbolos orientais e itens para feng shui.

Persianas - cortinas de rolo em bambu ou varetas.

Plantas - encontre desde folhagens, flores, bambus, ervas medicinais, temperos, à aquática flor de lótus. Há barracas especializadas em bonsai, a árvore em miniatura.

Raspadinha - gelo raspado com calda de vários sabores.

Religião - imagens budistas, deuses egípcios e indianos, santos católicos, entidades de umbanda, imagens xintoístas dos sete deuses da sorte e estátuas de pedra dos guardiões chineses. Em uma barraca, um sacerdote escreve votos de boa sorte em folhas de washi.

Sucos - bebidas de frutas com leite condensado e gelo.

Takoyaki e ebiyaki - bolinhos recheados com polvo ou camarão, cobertos com molho shoyu ou katsuobushi. O grande lance é ver a preparação, em uma chapa, na qual os cozinheiros moldam os bolinhos.

Tempurá - frituras crocantes de camarão, verduras ou legumes.

Tsurus - enfeites e objetos feitos com tsurus (origami de grou).

Utensílios em bambu - colheres, conchas, escumadeiras, garfos, potes e outros objetos artesanais. Uma das curiosidades é o limpador de línguas, feito com lâminas de bambu.

Vestuário - camisetas, trajes indianos, sapatilhas chinesas, chinelos de palha ou madeira e acessórios variados.

Yakisoba - grandes porções vendidas em marmitex, também na versão yakibifum (com o macarrão fininho de arroz) a preços convidativos. As mesmas barracas costumam oferecer porções de frango xadrez e yakimeshi, espécie de risoto japonês.

Serviço: Praça da Liberdade, sábados e domingos, das 9h às 18h.

*

"Guia da Liberdade"
Autor: Pólen Editorial
Editora: Publifolha
Páginas: 128
Quanto: R$ 27,90
Onde comprar: Nas principais livrarias, pelo telefone 0800 140090 e no site da Publifolha