Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/02/2011 - 03h32

A Folha errou, o leitor riu (ou chorou)

Publicidade

DE SÃO PAULO

Seleção de erros publicados no jornal e corrigidos na seção Erramos.

HERESIAS

  • Diferentemente do que foi publicado no texto "Artistas 'periféricos' passam despercebidos", à pág. 5-3 da edição de ontem da Ilustrada, Jesus não foi enforcado, mas crucificado, e a frase "No princípio era o Verbo" está no Novo, não no Velho Testamento. (7.dez.94)
  • Diferentemente do que foi publicado no artigo "Divina autocrítica" (Opinião, 2/1, pág. 1-2), a Bíblia relata que o homem foi criado primeiro por Deus, e não a mulher. No mesmo texto, o autor escreve que o homem teria sido criado a partir de uma costela. Segundo a Bíblia, o homem foi criado a partir de uma porção de barro, e a mulher, a partir de uma costela. (7.jan.00)

IRRITANDO O ESPECIALISTA

  • Diferentemente do que foi publicado em 29/11, na pág. 5-7 (Folhinha), o tatu não nasce de um ovo. Ele é um mamífero placentário, que se desenvolve na barriga de sua mãe. (6.dez.97)
  • Identificação de foto à pág. 3-12 (Esporte) de 25/7 descreveu uma paisagem com "plantações de vinho", o que não existe. O certo é vinha, videiras ou vinhedo. (1.8.97)

QUEM É QUEM

  • A reportagem "Desenhos de 30 anos atrás são menos maniqueístas", na pág. 5-4 (Ilustrada) de 8/12, identificou incorretamente Tom e Jerry, personagens de desenho animado. O gato é o Tom e o rato, Jerry. (12.12.97)
  • O nome do ex-jogador de basquete Michael Jordan foi grafado incorretamente como Michael Jackson em texto à pág. 4-5 (Esporte) em parte dos exemplares da edição de ontem. (18.3.2000)

DESLIZE LITERÁRIO

O autor de "Dom Quixote de La Mancha" é Miguel de Cervantes, e não Manoel, como saiu publicado no texto "Dom Quixote" vira "nordestino na Globo", à página 5 do TV Folha da edição de anteontem. (19.out.99)

HISTÓRIA RECONTADA

  • Diferentemente do que foi publicado na seção de necrologia, caderno São Paulo, nos dias 24/6 (pág. 3-6) e 25/6 (pág. 3-8), não houve missa de Ricardo Bacanhim Pereira. Ele está vivo. (27.jun.97)

CAÇA-PALAVRAS

  • Diferentemente do publicado no texto "Eletrônica, Fernanda Porto samba a sério" (Ilustrada, pág. E4, 20/5), o correto é "piano de cauda", e não "piano de calda". (29.5.03)
  • Diferentemente do que informou o editorial "Sobre duas rodas" (Opinião, 28/10), a CET é a Companhia de Engenharia de Tráfego, e não de Tráfico. (1.11.2000)

LOST IN TRANSLATION

  • Artigo publicado à pág. 1-21 (Mundo) da edição de 24/8 errou ao traduzir o nome próprio japonês Kenyo por Alberto. O nome não tem tradução. (20.9.97)
  • Há erro de tradução na tira Hagar publicada na Ilustrada no dia 3. Hagar diz não confiar em conservantes, e não em preservativos, como saiu publicado. (22.mai.91)
Editoria de Arte/Folhapress
Tira do Hagar com erro de tradução na Ilustrada

PERDIDOS NO MAPA

  • O mapa "Bolsas do mundo todo vivem mais um dia de baixas'", publicado na pág. 2-1 (Dinheiro) de ontem, mostrou incorretamente os EUA unificados ao México. (13.dez.97)

O DIABO DOS DETALHES

  • A peste pneumônica é transmitida por gotículas de saliva, diferentemente do que informou o texto publicado na página 2-10, no dia 24/09.

O texto afirmava que a doença era transmitida por filhotes de perdiz. Quem editou o texto procurou um sinônimo para perdigoto, que pode significar tanto salpico de saliva como filhote de perdiz

INCONTÁVEL

  • A reunião do ministro Eliseu Resende com sua equipe durou quatro horas e não quatro anos, como foi publicado no caderno Brasil de 28/03. (30.mar.93)

IMAGINAÇÃO

  • O presidente Fernando Henrique Cardoso classificou o terrorismo de inimigo soez (que significa vil, torpe), e não de suez, o que deu origem a uma explicação descabida sobre o uso da palavra na reportagem "Presidente diz que pode autorizar o abate de aviões" (Brasil, pág. A6, 3/10). (5.out.01)
 

As Últimas que Você não Leu

  1.  

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página