Índice geral Comida
Comida
Texto Anterior | Próximo Texto | Índice | Comunicar Erros

O Faminto - André Barcinski

Comida sem frescura

A calçada mais gostosa da cidade

Na rua Tomás Gonzaga, no bairro da Liberdade, ficam, lado a lado, três dos meus endereços preferidos

SE HOUVESSE uma eleição da "calçada mais apetitosa" de São Paulo, eu votaria na da rua Tomás Gonzaga, no bairro da Liberdade.

Num espaço de um quarteirão, há pelo menos seis bons restaurantes orientais, servindo de sushi a "lamen", de "teishokus" a yakisobas.

Gosto especialmente do trecho entre os números 57 e 75, onde ficam, lado a lado, três restaurantes e bares muito bons, baratos e diferentes: o Kintarô, o Jardim Meio Hectare e o Porque Sim.

O Jardim Meio Hectare é um dos meus restaurantes chineses prediletos no bairro, com pratos que fogem do tradicional frango xadrez. Bem simples, tem sacos de alimentos empilhados no caminho do banheiro, mas a comida é fantástica.

O siri com alho é sensacional, assim como a rã frita e o macarrão branco. Aos mais ousados recomendo o intestino de porco frito.

Ao lado fica o Porque Sim, misto de karaokê com restaurante de "lamen", onde você pode soltar a voz em baladas sertanejas ou rocks enquanto saboreia "teishokus". O restaurante fica no térreo; os boxes, no karaokê, no andar de cima. Prove o "karê" (curry japonês).

Mas o melhor motivo para visitar a Tomás Gonzaga é mesmo o Kintarô, um boteco japonês que é sucesso entre os esfomeados da região.

De manhã, o Kintarô serve coxinhas e bolovos (ovo com carne moída) para os trabalhadores famintos da região central.

À noite, seu balcão pequeno fica lotado de estudantes tomando cerveja gelada e provando os petiscos japoneses expostos no balcão, como a moelinha de frango, o "nirá" com ovo, a manjuba frita, os "oniguiris" e a dobradinha. Os "chankos" (caldeiradas, pratos típicos dos lutadores de sumô) são ótimos.

Há algumas semanas, voltei ao Kintarô, que havia fechado por 30 dias para reforma. Um dos donos, Taka, distribuía doses de saquê para celebrar a reabertura.

A tal reforma, aparentemente, foi só no banheiro, porque a frente do lugar continua igualzinha. Ainda bem. Em time que está ganhando...

NA PRÓXIMA SEMANA, NO COMIDA:
Alexandra Forbes

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice | Comunicar Erros


Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.