São Paulo, sábado, 02 de julho de 2005

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

CARA NOVA

Projeto inclui cinema e espaço de exposições

Shopping Light quer passar por reforma

DA REPORTAGEM LOCAL

Salas de cinema, centros cultural e de exposições e ampliação das lojas. Com um investimento previsto em R$ 6 milhões, o shopping Light, no centro, pretende revitalizar o espaço em uma expansão que deve terminar em 18 meses.
A intenção da administradora do shopping, a Egec, é abrir quatro salas de cinema. Atualmente, o shopping não funciona aos domingos. O projeto ainda precisa passar pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado) porque o prédio é tombado.
"Usaremos um espaço ainda não ocupado pelo shopping e teremos um total de 550 lugares para o cinema", disse o diretor de operações da Egec, Filipe Vasconcelos, 40. Segundo ele, hoje o empreendimento sofre com a "vacância de lojas" -há cem lojas funcionando no local e outras 40 estão vagas.
O sexto piso do shopping, hoje um depósito, deverá ser transformado em um espaço para exposições. Segundo Vasconcelos, existe a idéia de ampliar a loja Renner, no térreo, para o primeiro andar. A Folha tentou ouvir o Condephaat sobre a expansão do shopping, mas não houve resposta. (AFRA BALAZINA)


Texto Anterior: Sindicância descarta retorno de subprefeito exonerado ao cargo
Próximo Texto: Urbanismo: Banco de dados irá monitorar áreas verdes do centro
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.