São Paulo, domingo, 05 de março de 2000


Envie esta notícia por e-mail para
assinantes do UOL ou da Folha
Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

Folião premiado aprende com Tio Sam


ISABEL CLEMENTE
da Sucursal do Rio

Os carnavalescos com melhor desempenho e classificação nos desfiles do Rio e de São Paulo ganham, além de prestígio, a chance de conhecer os bastidores da indústria de espetáculos norte-americana, passando pela Disney, pela Broadway e por Hollywood, com todas as despesas pagas.
O roteiro faz parte do único projeto que captou, na íntegra, os recursos aprovados pela Lei Rouanet, do Ministério da Cultura. O incentivo foi de R$ 400 mil.
O programa visa a reciclagem dos carnavalescos e segue para seu quarto ano. A dona da idéia é a revista "Rio, Samba e Carnaval", que circula uma vez por ano com a programação dos desfiles e reportagens. "O objetivo é aprimorar a competência dos carnavalescos", conta Maurício Mattos, editor da revista.
Geralmente em setembro, os cinco melhores carnavalescos do Rio e os três mais bem classificados de São Paulo passam quatro semanas se reciclando com os mestres do show business.
Os selecionados ganham US$ 1.000, participam de oficinas, palestras e assistem aos espetáculos da Broadway. "Eles têm acesso a tudo que pode melhorar o desfile no país", diz Mattos.
Carnavalesco que já participou duas vezes do programa cede a vez para outro classificado.
Desde o princípio, o programa conta com o patrocínio da empresa Redecard, que cuida das transações eletrônicas dos cartões de crédito Mastercard, Diners, Maestro e Rede Shop.


Texto Anterior: Empresário substitui bicheiro
Próximo Texto: Túnel do tempo: Políticos usaram festa para buscar prestígio
Índice


Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Agência Folha.