São Paulo, domingo, 17 de junho de 2007

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

livros

"Manual" propõe mudanças em gestão

RAQUEL BOCATO
DA REPORTAGEM LOCAL

Esqueça o termo recursos humanos. Para o autor José María Gasalla, professor da Universidade Autônoma de Madri e da Escola Superior de Administração e Direção de Empresas, essas são duas palavras que, juntas, devem ser abolidas das corporações e substituídas por "comportamento humano-organizacional" ou "administração e desenvolvimento de pessoas".
É dessa forma que Gasalla apresenta, em "A Nova Gestão de Pessoas - O Talento Executivo", os novos paradigmas das organizações -entre elas, a necessidade de modificação de expressões que, para ele, seriam capazes de influenciar "o comportamento humano".
A "identificação inconsciente que ela [o termo recursos humanos] evoca" se assemelha ao "tratamento que se costuma dar aos recursos materiais, financeiros e tecnológicos". Os profissionais, complementa ele, não podem ser tratados como modelos "eminentemente quantitativos, lineares e, em muitos casos, mecanicistas".
O novo vocabulário, no entanto, é apenas uma das mudanças proposta pelo autor. Escrito em forma de manual, a primeira parte do livro abre espaço à discussão do que Gasalla caracteriza como alicerces das empresas -pessoas, cultura, estratégias e processos.
A segunda metade é dedicada à abordagem de questões sobre desenvolvimento organizacional, qualidade total e ética.
A versão brasileira conta ainda com o capítulo "A Gestão por Confiança", acrescentado na oitava edição espanhola. Nele, o autor trata dos modelos de administração de pessoas implementados recentemente.
Gasalla não contesta a eficácia das metodologias, mas diz terem prazo de validade.
Para ele, antes de avançar para abordagens mais complexas, é necessário "dar um passo atrás": resgatar a confiança do colaborador e tentar mantê-la, mesmo em face da competitividade e da instabilidade presentes no mundo corporativo.


A Nova Gestão de Pessoas - O Talento Executivo
JOSÉ MARÍA GASALLA
Editora:
Saraiva; Quanto: R$ 39 (232 págs.)
Avaliação:    


Texto Anterior: Falta segurança em ranking, São Paulo é 114 em qualidade de vida
Próximo Texto: Frase
Índice


Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.