São Paulo, sexta-feira, 21 de abril de 2000


Envie esta notícia por e-mail para
assinantes do UOL ou da Folha
Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

Disputa tem acusações de suborno

da Reportagem Local

O Araçatuba está sendo o pivô de uma crise envolvendo a Ponte Preta e a Matonense na qual os dois clubes estão trocando acusações de suborno, além de travar uma disputa no tapetão.
A Ponte Preta é acusada de subornar o Araçatuba na partida disputada entre as duas equipes, na semana passada, vencida pelo time de Campinas por 3 a 1.
Já a Matonense teria tentado "comprar" jogadores do Araçatuba antes da partida do último domingo, em Araçatuba.
O caso poderá ser alvo de uma sindicância da FPF (Federação Paulista de Futebol).
Segundo um dirigente do Araçatuba, o clube realmente recebeu dinheiro da Ponte Preta, mas como "prêmio" pela vitória da equipe sobre a Matonense.
As diretorias de Ponte Preta e Matonense negam qualquer tipo de negociação com o Araçatuba envolvendo resultados.

Vermelho
Ontem, o TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) paulista tirou 15 pontos do Araçatuba, que já estava rebaixado à Série A-2. Com isso, o time, que pega o Corinthians, no domingo, encerrará o Paulista deste ano com saldo negativo de pontos.
O Araçatuba foi punido por escalar jogadores com inscrição irregular em três jogos da segunda fase, dois contra a Ponte Preta e um contra a Matonense.
O Araçatuba perdeu cinco pontos por jogo. Dos três jogos, ele só havia vencido o contra a Matonense, domingo.
Se o TJD tivesse acatado o argumento da Matonense e transferido para o time os pontos do Araçatuba, a Ponte, um dos clubes mais tradicionais do Estado, teria suas chances de passar à próxima fase diminuídas.
Por conta da disputa jurídica e das acusações de suborno, a partida de domingo entre Matonense e Ponte Preta, em Matão, terá policiamento reforçado.
O primeiro jogo entre as duas equipes nesta fase terminou empatado em 1 a 1.



Texto Anterior: Futebol: TJD se contradiz e põe em risco o Paulista-2000
Próximo Texto: No Rio, decisão de taça também poderá ser adiada
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Agência Folha.