São Paulo, Domingo, 28 de Novembro de 1999


Envie esta notícia por e-mail para
assinantes do UOL ou da Folha
Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

Tribunal decide o futuro de "gatos"

da Reportagem Local

O Departamento Jurídico do São Paulo vive amanhã mais uma batalha jurídica no Tribunal de Justiça Desportiva. Agora, é a vez dos advogados do clube defenderem o atacante Sandro Hiroshi, cuja escalação fez o tribunal tirar quatro pontos do time, dos jogos contra Botafogo-RJ e Inter.
Hiroshi será julgado por estar jogando com documentos falsos desde 1994, quando passou a defender o Rio Branco. Como a Folha revelou, o atacante diminuiu a sua idade em um ano, o que lhe permitiu defender a seleção sub-17 no Sul-Americano-95. Pelo CBDF (Código Brasileiro Disciplinar de Futebol), Hiroshi pode ser suspenso por até 360 dias.
Além do atacante, o lateral Henrique também será julgado por ter falsificado documentos. Ele estava convocado para jogar o Mundial sub-17 deste ano. (AGz)


Texto Anterior: Raí exige partilhar emoções
Próximo Texto: Atlético-MG põe experiência à prova
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Agência Folha.