São Paulo, Domingo, 28 de Novembro de 1999


Envie esta notícia por e-mail para
assinantes do UOL ou da Folha
Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

TV digital passa a ser novo filão

do enviado a Hannover

O tênis vai apostar em um caminho semelhante ao trilhado pela F-1: os investimentos na transmissão da TV.
Para isso, a ATP -por intermédio de sua parceira ISL- vai começar a assumir a geração de imagens dos torneios, iniciando pela série Super 9.
""Temos visto muitas inconsistências na qualidade das transmissões", diz Mark Miles.
A partir daí, a idéia é investir pesado em inovações na área. ""Vocês verão uma produção fora-de-série", afirma Miles.
E também na variedade do cardápio de jogos oferecidos aos torcedores.
De novo, segue-se um conceito já adotado pela F-1, o de dar ao telespectador o direito de escolher o que ele quer ver em uma competição.
Ou seja, o brasileiro poderia sintonizar o jogo de Gustavo Kuerten, e o chileno, o de Marcelo Ríos, da mesma forma que o alemão escolhe ver o carro de Michael Schumacher e o finlandês opta por acompanhar Mika Hakkinen numa corrida.
Recai-se, aí, na TV digital, há algum tempo a menina dos olhos de Bernie Ecclestone, o todo-poderoso da F-1.
""As plataformas digitais oferecem a possibilidade de escolha para os consumidores. É um meio excitante, que queremos tornar disponível também", diz Daniel Beauvois, executivo da ISL. (RD)


Texto Anterior: Tênis: ATP troca o nº 1 por "campeão do ano"
Próximo Texto: Nomes e pontuação também mudam
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Agência Folha.