Ribeirão Preto, Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2000


Envie esta notícia por e-mail para
assinantes do UOL ou da Folha
Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

OUTRO LADO
Correção de defasagem diminui matrículas

free-lance para a Folha Ribeirão

A Delegacia Regional de Ensino de Ribeirão Preto aponta o programa de correção da defasagem escolar como principal causa da queda nas matrículas das escolas estaduais no período noturno.
O programa, que visa ajustar a idade do aluno com a série escolar, foi implantado há cinco anos. No entanto, a dirigente regional de ensino de Ribeirão Preto, Gertrudes Aparecida Ferreira, afirma que o processo foi intensificado nos últimos três anos.
"Com a intensificação do programa passamos a ter alunos com menos idade, o que provocou um aumento na procura pelos períodos diurnos", diz.
De acordo com ela, no período noturno é dada preferência para os alunos que trabalham e que têm mais de 16 anos.
"A legislação não permite que alunos com menos de 16 estudem no período noturno. Além disso, eles (os alunos) precisam apresentar um comprovante da empresa para fazer a matrícula", diz a dirigente regional.



Texto Anterior: Educação: Violência afasta estudantes de escolas da periferia de Ribeirão
Próximo Texto: Prefeitura põe detector em escola
Índice


Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Agência Folha.