Saltar para o conteúdo principal
 
26/06/2012 - 16h30

Jornalista do 'NYT' que chamou Lula de bêbado diz gostar de Dilma

da Livraria da Folha

Em 2004, Larry Rohter, jornalista norte-americano do "New York Times", criticou Lula pelo excessivo consumo de bebida alcoólica num artigo. O texto quase o fez ser expulso do Brasil. Para ele, Dilma superou as suas expectativas. "O governo dela não é uma prorrogação do governo Lula: ela é independente, com ideias e estilo próprio (embora ainda sem carisma). Em outras palavras, fez um bom começo."

Divulgação
Apesar dos avanços, o Brasil continua vitimado pela desigualdade social
Apesar dos avanços, Brasil ainda é vitimado pela desigualdade social

Ex-delegado do Dops dá nome aos bois
Leia trecho de 'A Política nos Quartéis'
Siga a Livraria da Folha no Twitter
Conheça nossa página no Facebook

"O fato de ela ser economista também ajuda o Brasil navegar em mares turbulentos, num momento em que a economia mundial ainda está balançando. Mas seria muito arriscado fazer uma previsão sobre o futuro do governo Dilma", concluiu.

Autor de "Deu no New York Times", Rohter acaba de publicar "Brasil em Alta" pela Geração Editorial. Na edição, explica como o país é visto pelo resto do mundo.

O volume procura contextualizar as mudanças que transformaram um atrasado país agrícola, arruinado pela hiperinflação e pela ditadura militar em uma das maiores economias do mundo capaz de resistir à crise de 2008.

Rohter estuda o Brasil há quatro décadas, foi correspondente da revista "Newsweek "e do jornal "New York Times".

*

"Brasil em Alta"
Autor: Larry Rohter
Editora: Geração Editorial
Páginas: 384
Quanto: R$ 31,90 (preço promocional*)
Onde comprar: pelo telefone 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques. Não cumulativo com outras promoções da Livraria da Folha. Em caso de alteração, prevalece o valor apresentado na página do produto.

Texto baseado em informações fornecidas pela editora/distribuidora da obra.

 
Voltar ao topo da página