Saltar para o conteúdo principal
 
23/10/2015 - 12h40

Inspirado em Sêneca, livro ensina a deixar de se fazer de vítima e assumir as rédeas da vida

da Livraria da Folha

Livraria
Baseado na obra de Sêneca, livro apresenta dicas para amenizar os problemas e se livrar de anti-depressivos
Baseado na obra de Sêneca, livro apresenta dicas para amenizar os problemas e se livrar de anti-depressivos

"Poucos de nós acertam antes de errar. Sem erros a aprendizagem não é possível". A frase do filósofo Sêneca é o mote que o especialista em psicologia transpessoal e filosofia Clay Newman usou no capítulo sobre responsabilidade e vitimismo do livro "Mais Sêneca, Menos Prozac" (Editora Best-Seller).

O livro é estruturado como se fosse mesmo um "tratamento médico". Os três temas principais são: para ser feliz por si mesmo, para estar em paz com os outros e para amar a vida como ela é. Cada um é dividido em vários outros subtemas que, por sua vez, são tratados como as doenças. Sobre cada tópico, o autor apresenta as considerações médicas, a composição, o tratamento e os efeitos terapêuticos, sempre baseado em algum ensinamento do filósofo.

A ideia é usar os ensinamentos, teorias e reflexões para compreender as causas do mal-estar, trabalhá-las e neutralizá-las.

Abaixo, leia trecho do capítulo sobre responsabilidade:

*

RESPONSABILIDADE
Para os que que se fazem de vítimas e temem assumir as rédeas da própria vida

CONSIDERAÇÕES MÉDICAS
Do que você está reclamando?

Você faz parte de uma sociedade tão infantil que o tipo de educação contemporâneo continua sendo muito paternalista. Baseia-se na suposição de que os adultos são os que sabem. Por isso, atrevem-se a lhe fazer só um determinado tipo de pergunta e a ter a audácia de lhe dizer quais são as respostas. O objetivo das escolas não é que você se conheça para desenvolver seu potencial e se tornar quem realmente é. A finalidade é transformá-lo em um substituto de si mesmo para poder se adaptar e prosperar na sociedade atual, doente de infelicidade. Não é de se estranhar que você seja mal-educado. Se houvesse sido educado de verdade, não estaria lendo este livro. Não precisaria dele. Teria aprendido isso na escola! Desde que nasceu, você foi condicionado e programado à imagem e semelhança do seu entorno familiar. Com muito boas intenções, claro. E também fabricado e moldado à semelhança da ordem social estabelecida. Assim, se tornou mais uma engrenagem dessa grande linha de montagem que é o sistema econômico contemporâneo. Esse foi seu ponto de partida. E você continua vivo. Então, do que está reclamando? Seus pais também passaram pelo mesmo processo de doutrinação, à época com certeza muito mais rígido e severo que o seu. Pense nisso da próxima vez que decidir se fazer de vítima e culpa-los de alguma coisa.

COMPOSIÇÃO
Você é vítima do seu vitimismo

Viaje um pouco até sua infância. Quando você ainda era uma criança inocente, um dia trombou com uma mesa e caiu no chão. E, devido à dor provocada pela pancada, começou a chorar como um bezerro desmamado. Seu pranto chamou a atenção de sua mãe, que correu para lhe atender, sentindo-se muito mal por vê-lo sofrer. E para parar de se sentir assim, ela decidiu lhe dar uma droga que o aliviasse a culpa. Embora a mesa seja um objeto inerte, carente de vontade e livre arbítrio, de repente sua mãe começou a gritar: "Mesa malvada! Mesa malvada!" Curiosamente, as acusações dela o deixaram mais tranquilo. E logo você começou a imitá-la, culpando a mesa pela pancada e por sua dor. Sem perceber, permitiu que ela o transformasse em uma vítima. Mas não a culpe. Nem culpe a si mesmo. Nem sua mãr nem você sabiam fazer melhor. O paternalismo, o vitimismo e a culpa estão totalmente relacionados e evidenciam uma carência de responsabilidade. Não confunda essa qualidade com nenhum tipo de imposição ou obrigação moral. Ela surge como consequência de um crescimento em termos de compreensão, consciência e sabedoria. A responsabilidade é a habilidade de responder de forma voluntária às coisas que acontecem na vida. Tão simples e ao mesmo tempo tão complicado, não é verdade?

*

MAIS SÊNECA, MENOS PROZAC
AUTOR Clay Newman
EDITORA Best-Seller
QUANTO R$ 19,90 (preço promocional*)

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques.

-

 
Voltar ao topo da página