Saltar para o conteúdo principal
 
21/02/2016 - 15h50

Escrito por antropólogo, 'Dívida: Os Primeiros 5.000 Anos' critica o capitalismo

da Livraria da Folha

Um dos mais importantes livros sobre economia dos últimos tempos, "Dívida: Os Primeiros 5.000 Anos", escrito pelo antropólogo americano David Graeber, é considerado uma obra fundamental para entender o atual estágio do capitalismo.

Divulgação
Autor apresenta nova perspectiva para a história da dívida e do crédito, assim como a origem do dinheiro
Autor apresenta nova perspectiva para a história da dívida e do crédito, assim como a origem do dinheiro

No livro, o autor apresenta uma nova perspectiva para a história da dívida e do crédito, assim como a origem do dinheiro.

A análise de Graeber questiona mitos dos estudos econômicos, como o de que o dinheiro teria sido inventado para substituir o escambo. O antropólogo demonstra que, antes mesmo da criação da moeda, existiram civilizações que lidaram com elaborados sistemas de endividamento e comércio.

O aparecimento do dinheiro trouxe consequências violentas para as sociedades, e a dívida, antes ligada à reciprocidade e à troca de favores, tornou-se um instrumento de escravização, dominação e guerra.

Com ênfase na dimensão social das relações econômicas, o livro apresenta uma crítica ao capitalismo e como o movimento produz controle e destruição.

David Graeber é professor de antropologia na London School of Economics. Tem doutorado pela Universidade de Chicago e foi professor na Universidade Yale. Em 2011, participou do movimento Occupy Wall Street e foi eleito uma das personalidades do ano pela Time.

*

DÍVIDA
AUTOR David Graeber
TRADUTOR Rogério Bettoni
EDITORA Três Estrelas
QUANTO R$ 84,90 (preço promocional *)

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques.

-

 
Voltar ao topo da página