Saltar para o conteúdo principal
 
26/09/2017 - 09h01

Filósofo analisa aumento de casos de depressão e ansiedade em 'Sociedade do Cansaço'

da Livraria da Folha

Divulgação
Considerado uma das vozes filosóficas mais inovadoras da atualidade, Byung-Chul Han analisa problemas do século 21
Considerado uma das vozes filosóficas mais inovadoras da atualidade, Byung-Chul Han analisa problemas do século 21

O aumento significativo de doenças como depressão, transtornos de personalidade, síndromes como hiperatividade e burnout é o ponto de partida do livro "Sociedade do Cansaço", do filósofo Byung-Chul Han, publicado pela editora Vozes.

Nascido na Coreia e fixado na Alemanha, o autor estudou filosofia na Universidade de Friburgo e literatura alemã e teologia na Universidade de Munique. Em 1994, doutorou-se em Friburgo com uma tese Martin Heidegger.

No livro, o autor classifica o começo do século 21 como um período neuronal. A partir da perspectiva de que cada época possui suas enfermidades fundamentais, Han aponta que a época bacteriológica chegou ao fim com a descoberta dos antibióticos.

Na paisagem patológica deste tempo histórico estão esses problemas neuronais. A causa disso é o modelo como a humanidade tem se organizado em torno da velocidade e da multitarefa.

Para Han, a sociedade disciplinar e repressora do século 20 descrita por Michel Foucault perde espaço para uma nova forma de organização coercitiva: a violência neuronal. As pessoas se cobram cada vez mais para apresentar resultados - tornando elas mesmas vigilantes e carrascas de suas ações.

Professor de filosofia e estudos culturais na Universidade de Berlim, Byung-Chul Han é autor de livros como "Sociedade da Transparência" e "Agonia do Eros".

*

SOCIEDADE DO CANSAÇO
AUTOR Byung-Chul Han
EDITORA Vozes
QUANTO R$ 21,90 (preço promocional*)
EBOOK : R$ 18,00

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques.

-

 
Voltar ao topo da página