Saltar para o conteúdo principal
 
09/11/2017 - 11h20

"A Sutil Arte de Ligar o F*da-se" sugere maneiras de praticar o desapego

da Livraria da Folha

Divulgação
Mark Manson mora em Nova York e se tornou popular escrevendo em seu blog; livro propõe maneira realista de viver
Mark Manson mora em Nova York e se tornou popular escrevendo em seu blog

O escritor e blogueiro Mark Manson propõe uma abordagem rara na maneira de enfrentar os problemas da vida em "A Sutil Arte de Ligar o F*da-se".

Ao invés de perseguir o sucesso insistentemente e forçar um pensamento positivo quando as coisas não vão bem, o autor sugere observar a vida por um viés mais coerente com a realidade.

Mark diz aos leitores que eles não são assim tão especiais e está tudo bem com isso. Também aponta que é aceitável passar por momentos difíceis e fracassar.

Com algumas piadas e exemplos incomuns, o livro é carregado de um humor que o próprio título sugere.

Na contramão de livros autoajuda que listam casos exitosos e de sucesso, a obra é aberta pela história do escritor Charles Bukowski (1920-1994), em cuja lápide está escrito "Don't try" ou "Nem tente".

Antes de entrar no mundo literário, Bukowski foi recusado dezenas de vezes por diversas editoras.

"Pois é. Apesar das vendas e da fama, Bukowski era um fracassado. Ele sabia disso. Seu sucesso não brotou de uma grande vontade de vencer na vida, mas da consciência do contrário: ele sabia que era um fracassado, aceitava o fato e escrevia honestamente sobre isso. Nunca tentou ser quem não era. A obra de Bukowski não se sustenta na ideia de superar obstáculos impensáveis nem de se empenhar para ser um gênio literário. É o oposto: seu sucesso vem da completa e inabalável honestidade consigo mesmo (sobretudo em relação às piores partes) e da capacidade de falar abertamente sobre seus fracassos, sem hesitação ou dúvida.", escreve Manson, no livro.

*

A SUTIL ARTE DE LIGAR O F*DA-SE
AUTOR Mark Manson
EDITORA Intrínseca
QUANTO R$ 24,90 (preço promocional*)

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques.

-

 
Voltar ao topo da página