Saltar para o conteúdo principal
 
06/10/2011 - 09h00

Conheça vencedores do prêmio Nobel de Literatura desde 1901

da Livraria da Folha

Jessica Gow/Reuters
Poeta sueco mais famoso em atividade, o autor e psicólogo Tomas Tranströmer foi laureado com o prêmio Nobel de Literatura 2011
Poeta sueco mais famoso em atividade, o autor e psicólogo Tomas Tranströmer foi laureado com o prêmio Nobel de Literatura 2011

O psicólogo, escritor, tradutor e poeta sueco Tomas Tranströmer (1931) venceu o prêmio Nobel de Literatura 2011.

Suas poesias já foram traduzidas para mais de 60 idiomas e são celebradas por darem acesso aos leitores a novas realidades.

Nascido em Estocolmo, capital da Suécia, Tranströmer teve sua estreia literária com o livro "17 Poemas", lançado em 1958 e sem edição brasileira. Nesta época, seu trabalho já chamou a atenção para a qualidade dos versos e das imagens.

Neste início, sua poesia tinha um apelo mais tradicional, com experiências de métrica. Com o passar dos anos, sua obra ganhou maior liberdade e personalidade.

O Nobel de Literatura existe desde 1901. O primeiro a receber foi o autor francês Sully Prudhomme (1839-1907). No ano passado, o laureado foi o escritor peruano Mario Vargas Llosa.

Veja abaixo a lista completa com todos os vencedores do prêmio.

*

2011

Tomas Tranströmer (Suécia)

2010

Mario Vargas Llosa (Peru)

2009

Herta Müller (Romênia-Alemanha)

2008

Le Clézio (França)

2007

Doris Lessing (Reino Unido, mas nasceu no Irã e cresceu no Zimbábue)

2006

Orhan Pamuk (Turquia)

2005

Harold Pinter (Reino Unido)

2004

Elfriede Jelinek (nasceu na Áustria)

2003

J.M. Coetzee (África do Sul)

2002

Imre Kertész (Hungria)

2001

V.S. Naipaul (nasceu em Trinidad e Tobago, mas vive no Reino Unido)

2000

Gao Xingjian (Francês)

1999

Günter Grass (Alemanha)

1998

José Saramago (Portugal)

1997

Dario Fo (Itália)

1996

Wislawa Szymborska (Polônia)

1995

Seamus Heaney (Irlanda)

1994

Kenzaburo Oe (Japão)

1993

Toni Morrison (Estados Unidos)

1992

Derek Walcott (Santa Lúcia, ilha do Caribe)

1991

Nadine Gordimer (África do Sul)

1990

Octavio Paz (México)

1989

Camilo Jose Cela (Espanha)

1988

Naguib Mahfouz (Egito)

1987

Joseph Brodsky (EUA, de origem russa)

1986

Wole Soyinka (Nigéria)

1985

Claude Simon (França)

1984

Jaroslav Seifert (Tchecoslováquia)

1983

William Golding (Reino Unido)

1982

Gabriel García Márquez (Colômbia)

1981

Elias Canetti (Reino Unido, de origem búlgara)

1980

Czeslaw Milosz (Polônia)

1979

Odysseus Elytis (Grécia)

1978

Isaac Bashevis Singer (EUA, de origem polonesa)

1977

Vicente Aleixandre (Espanha)

1976

Saul Bellow (EUA)

1975

Eugenio Montale (Itália)

1974

Eyvind Johnson (Suécia) e Harry Martinson (Suécia)

1973

Patrick White (Austrália)

1972

Heinrich Böll Alemanha)

1971

Pablo Neruda (Chile)

1970

Alexander Soljenítsin (URSS)

1969

Samuel Beckett (Irlanda)

1968

Yasunari Kawabata (Japão)

1967

Miguel Ángel Asturias (Guatemala)

1966

Samuel José Agnon (Israel) e Nelly Sachs (Alemanha)

1965

Mikhail Sholokhov (URSS)

1964

Jean-Paul Sartre (França; recusou o prêmio)

1963

Giórgos Seféris (Grécia)

1962

John Steinbeck (EUA)

1961

Ivo Andric (Iugoslávia)

1960

Saint-John Perse (França)

1959

Salvatore Quasimodo (Itália)

1958

Boris Pasternak (URSS; renunciou ao prêmio)

1957

Albert Camus (França)

1956

Juan Ramón Jiménez (Espanha)

1955

Halldór Kiljan Laxness (Islândia)

1954

Ernest Miller Hemingway (Estados Unidos)

1953

Winston Churchill (Reino Unido)

1952

François Mauriac (França)

1951

Par Lagerkvist (Suécia)

1950

Bertrand Russell (Reino Unido)

1949

William Faulkner (Estados Unidos)

1948

T. S. Elliot (Reino Unido, nascido nos EUA)

1947

André Gide (França)

1946

Hermann Hesse (Alemanha)

1945

Gabriela Mistral (Chile)

1944

Johannes V. Jensen (Dinamarca)

1943

Não foi outorgado

1942

Não foi outorgado

1941

Não foi outorgado

1940

Não foi outorgado

1939

Frans Eemil Sillanpää (Finlândia)

1938

Pearl Buck (EUA)

1937

Roger Martin du Gard (França)

1936

Eugene O'Neill (EUA)

1935

Não foi outorgado

1934

Luigi Pirandello (Itália)

1933

Ivan Bunin (Rússia)

1932

John Galsworthy (Reino Unido)

1931

Erik Axel Karlfeldt (Suécia)

1930

Sinclair Lewis (Estados Unidos)

1929

Thomas Mann (Alemanha)

1928

Sigrid Undset (Noruega)

1927

Henri Bergson (França)

1926

Grazia Deledda (Itália)

1925

George Bernard Shaw (Irlanda)

1924

Wladyslaw Reymont (Polônia)

1923

W.B. Yeats (Irlanda)

1922

Jacinto Benavente (Espanha)

1921

Anatole France (França)

1920

Knut Hamsun (Noruega)

1919

Carl Spitteler (Suíça)

1918

Não foi outorgado

1917

Karl Gjellerup e Henrik Pontoppidan (ambos da Dinamarca)

1916

Verner von Heidenstam (Suécia)

1915

Romain Rolland (França)

1914

Não foi outorgado

1913

R. Tagore (Índia)

1912

Gerhart Hauptmann (Alemanha)

1911

M. Maeterlinck (Bélgica)

1910

Paul Heyse (Alemanha)

1909

Selma Lagerlöf (Suécia)

1908

Rudolf Eucken (Alemanha)

1907

Rudyard Kipling (Reino Unido, mas nasceu na Índia)

1906

Giosuè Carducci (Itália)

1905

Henryk Sienkiewicz (Polônia)

1904

Frédéric Mistral (França) e José Echegaray (Espanha)

1903

Bjornstjerne Bjornson (Noruega)

1902

Theodor Mommsen (Alemanha)

1901

Sully Prudhomme (França)

 
Voltar ao topo da página