Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
28/02/2013 - 20h13

Ministério Público do RS aponta fraude de R$ 100 mi no ICMS

Publicidade

DE PORTO ALEGRE

O Ministério Público do Rio Grande do Sul e o governo do Estado acusam um advogado tributarista de Porto Alegre de comandar um esquema de desvios por meio de falsos créditos de ICMS. O prejuízo aos cofres públicos é estimado em até R$ 100 milhões.

O suspeito, Luis Adriano Vargas Buchord, foi preso na quarta-feira (27) em Porto Alegre.

De acordo com os promotores, ele oferecia a empresas o benefício de recebimento de créditos do imposto estadual. Para isso, aponta a investigação, assinaturas, documentos da Receita Estadual e pareceres eram falsificados.

Os clientes, diz o Ministério Público, pagavam ao advogado 30% do valor dos créditos falsificados. Os promotores já ofereceram denúncia (acusação formal) contra o advogado e outras nove pessoas, consideradas laranjas dele.

Segundo a Promotoria, a investigação vai continuar e as cerca de 30 empresas beneficiadas também serão responsabilizadas. Os desvios já confirmados, de acordo com os promotores, chegam a R$ 39 milhões.

Os nomes dos beneficiários não foram informados.

Além da prisão, o advogado teve quatro carros de luxo e uma lancha apreendidos. A Folha não conseguiu contatar defensores dele para comentar o assunto.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

TV LED TV LED HDMI, Full HD a partir de R$ 899,90

Geladeira Geladeira Side By Side, Duplex, Frost Free a partir de R$ 849,00

Home Theater | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página