Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
16/06/2010 - 10h12

Governo espanhol aprova reforma trabalhista para criar empregos

Publicidade

DA FRANCE PRESSE, EM MADRI

O governo socialista espanhol aprovou nesta quarta-feira uma reforma trabalhista que pretende incentivar a criação de empregos, anunciou a vice-presidente María Teresa Fernández de la Vega.

Na véspera, os principais sindicatos espanhóis, a UGT (União Geral dos Trabalhadores) e o Comissões Operárias, convocaram uma greve geral para 29 de setembro contra a reforma.

A greve geral é contra a reforma do mercado de trabalho, com a qual o governo pretende incentivar as contratações num momento em que o desemprego se duplicou durante a crise e alcançou 20% da população ativa.

A reforma trabalhista é, junto com o plano de economia pública, uma das medidas do governo para fazer frente à crise econômica e à fragilidade das finanças na Espanha.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página