Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
30/12/2010 - 08h25

Elétricas negociam megafusões para 2011

Publicidade

DE SÃO PAULO

Negociações em curso prometem megafusões no setor elétrico no primeiro trimestre de 2011. Caso se confirmem, duas "superelétricas" surgirão no início do governo de Dilma Rousseff, informa reportagem de Julio Wiziack e Agnaldo Brito para a Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

Concluídas, essas transações concentrarão 42% da energia consumida no país em dois grupos: Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) e CPFL Energia. Hoje, os dois grupos detêm juntos 30% do mercado e uma rentabilidade considerada satisfatória por investidores e analistas financeiros.

Com a revisão tarifária que será feita pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), o desempenho das concessionárias tende a piorar. Solução: fusões ou aquisições.

Leia a reportagem completa na Folha desta quinta-feira.

Assine a Folha

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página