Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu
Publicidade

EUA põem Venezuela em 'lista negra' do tráfico humano

Mais opções
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
  • RSS
Publicidade

Nesta sexta-feira (20), o Departamento de Estado dos EUA incluiu a Venezuela em uma "lista negra" de países que não cumprem regras de combate ao tráfico de pessoas. Dessa relação constam outros 22 países, entre eles Cuba, Arábia Saudita, Rússia, Coreia do Norte, Irã e Tailândia.

"Numa estimativa conservadora, mais de 20 milhões são vítimas do tráfico de seres humanos, e os EUA são os primeiros a reconhecer que nenhum governo está fazendo o suficiente", disse o secretário de Estado americano, John Kerry, na apresentação de relatório sobre o assunto.

O chefe da diplomacia dos EUA também classificou o problema como uma forma de escravidão e uma atividade criminosa que rende a quem a explora estimados US$ 150 bilhões por ano.

O relatório classifica 189 países em quatro níveis, de acordo com o cumprimento da Lei de Proteção às Vítimas de Tráfico (TVPA, na sigla em inglês). A primeira categoria, das nações que cumprem plenamente a lei, inclui EUA, Canadá, Chile, França e Nicarágua, entre outros. O Brasil é classificado no "nível 2", de países com problemas para a aplicação da lei.

Com a inclusão na "lista negra", a Venezuela fica sujeita a sanções como congelamento de ajuda não humanitária ou recusa dos EUA à concessão de empréstimos por parte de instituições multilaterais, como o FMI (Fundo Monetário Internacional).

Mais opções
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
  • RSS

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade

mundialíssimo

Envie sua notícia

Siga a folha

Serviços

Publicidade
Publicidade mundo

+ Livraria

Livraria da Folha

As Duas Faces da Glória
Willian Waack
De:
Por:
Comprar
Não Há Heróis
Mark Owen
De:
Por:
Comprar
A Mão Livre
Vários
De:
Por:
Comprar
Amor e Matemática
Edward Frenkel
De:
Por:
Comprar
Publicidade
Publicidade
Pixel tag Voltar ao topo da página