DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

O exército israelense declarou neste domingo ter destruído um túnel de ataque que atravessava a fronteira, partindo de Gaza, até Israel e Egito, cavado pelo Hamas, que controla o enclave palestino.

Moradores de Gaza dizem que bombardeios israelenses foram feitos em Rafah no sábado à noite.

Segundo o porta-voz do exército israelense, Jonathan Conricus, aquele seria um "túnel terrorista porque corre por baixo de instalações estratégicas", referindo-se a encanamentos de gás e gasolina.

"Também pode ter servido para transportar terroristas da Faixa de Gaza para o Egito para que atacassem Israel a partir de lá", adicionou o coronel.

O Hamas não se pronunciou.

O túnel teria 1,5 km de extensão e passaria 80 m abaixo do posto de controle Kerem Shalom, principal posto de passagem de produtos entre os dois lados.

Esse tipo de túnel já foi usado anteriormente para ataques contra Israel, principalmente na campanha militar israelense na Faixa de Gaza em 2014, quando cerca de 30 túneis do tipo foram destruídos.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.