Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
02/05/2011 - 12h16

Corpo de Bin Laden passou por rituais islâmicos, dizem autoridades

Publicidade

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

Atualizado às 14h19.

O corpo do líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, morto pelas forças americanas no Paquistão no domingo, foi "sepultado" no mar após passar por rituais tradicionalmente islâmicos, afirmaram funcionários do governo americano, na condição de anonimato.

Ação que matou Bin Laden foi feita pelos EUA, diz Paquistão
Justiça foi feita, diz Obama sobre a morte de Bin Laden
Veja fotos das comemorações nos EUA
Veja galeria de imagens com Osama bin Laden
Perfil: Osama bin Laden, o homem mais procurado do planeta
EUA emitem alerta para cidadãos no exterior após morte

Bin Laden foi morto com um tiro na cabeça em uma operação militar da força especial da Marinha dos Estados Unidos, em sua mansão no Paquistão. Os Estados Unidos não confirmaram oficialmente, mas fontes do governo americano disseram que o sepultamento ocorreu às 2h (18h de domingo em Brasília), depois de 50 minutos de preparações.

"Os procedimentos tradicionais para enterro islâmico foram seguidos. O corpo do falecido foi lavado e colocado em um lençol branco. O corpo foi colocado em uma sacola com peso. Um militar leu as frases religiosas preparadas que foram traduzidas para o árabe por um local. Depois que as palavras foram completadas, o corpo foi colocado em um barco preparado, no qual o corpo entrou no mar", disse um funcionário consultado pela agência de notícias Reuters.

O local do sepultamento no mar não foi revelado.

Mais cedo, outra fonte de Washington já havia afirmado à agência France Presse que as autoridades garantiram que "o corpo fosse tratado de acordo com as práticas e a tradição muçulmanas. É algo que levamos muito a sério".

Editoria de Arte/Folhapress
ARTE/MAPA - LOCAL OSAMA BIN LADEN

A Academia de Investigação Islâmica de Al Azhar, o maior centro teológico sunita do mundo, condenou nesta segunda-feira o sepultamento do corpo de Bin Laden, no mar, o que representaria um pecado na tradição islâmica.

A estratégia atenderia à cultura islâmica de sepultamento imediato dos mortos e evitaria a criação de túmulo que se tornaria um local de veneração para terroristas. Além disso, dificilmente um país aceitaria enterrar o homem mais procurado do mundo em seu território.

O sunita Mahmoud Ashour, membro da academia, afirmou à agência de notícias Ansa que o corpo do ex-líder da rede terrorista Al Qaeda deveria ser sepultado em terra, segundo as regras islâmicas.

Ele afirmou que a ideia de lançar o corpo de bin Laden ao mar ocorreu por "razões fúteis" e que ele poderia ter sido colocado em uma tumba sem identificação para evitar que seu túmulo se torne um santuário terrorista.

O sunita afirmou que, de acordo com os costumes islâmicos, mesmo quando alguém morre afogado, é preciso haver sepultamento em terra.

No entanto, algumas fontes islâmicas admitem o lançamento de defuntos ao mar, mas com ressalvas. De acordo com o site alislam.org, o corpo só deve ser levado ao mar caso se tema que inimigos possam violar a sepultura e amputar partes do corpo morto. Neste caso, o lançamento deve ocorrer em uma região longe de possíveis predadores.

DNA

Os Estados Unidos estão realizando um teste de DNA para confirmar a identidade de Osama bin Laden, morto neste domingo em uma operação militar do país no Paquistão.

O teste está sendo realizado em amostras de sangue retiradas do corpo de Bin Laden, segundo fontes ligadas ao governo americano.

Os militares usaram ainda técnicas de reconhecimento facial para ajudar a identificar o terrorista, que passou os últimos anos escondido em uma mansão luxuosa e ultraprotegida em Abbottabad, cerca de 70 km da capital paquistanesa, Islamabad. Não há fotos recentes de Bin Laden e as que existem são em sua maioria, divulgadas pelo próprio grupo terrorista ou retiradas de vídeos.

Os militares da força de elite que comandaram a operação tiraram ainda fotografias do corpo de Bin Laden com um tiro na cabeça. O governo americano não decidiu, contudo, se vai divulgar essas imagens e, caso divulgue, como e quando.

A morte de Bin Laden foi anunciada pelo presidente dos EUA, Barack Obama, na noite deste domingo. O Paquistão afirmou horas mais tarde que não havia participado, 'em acordo com a política dos Estados Unidos' de luta contra o terrorismo.

Um comando transportado por helicópteros das forças especiais da Marinha americana matou Bin Laden em uma casa muito protegida em Abbottabad, cidade 70 km ao noroeste de Islamabad. A ação teria durado cerca de 40 minutos, começando 22h30 do horário local.

Obama disse ainda que o corpo havia sido levado sob custódia dos Estados Unidos --a imprensa americana menciona que o sepultamento já foi feito no mar, mas a informação não foi confirmada oficialmente.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página