Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
14/09/2012 - 05h30

Túnel polêmico está na lista de promessas de vários candidatos

Publicidade

EDUARDO GERAQUE
DE SÃO PAULO

Um túnel para ligar a avenida Jornalista Roberto Marinho à rodovia dos Imigrantes, na zona sul de São Paulo, está entre as promessas de obras viárias dos principais candidatos à prefeitura.

O trânsito da região, conforme mostrou mais uma edição da série de reportagens DNA Paulistano, publicada pela Folha no fim de semana, é um dos principais problemas que o futuro prefeito terá que resolver, segundo os próprios moradores do local.

A construção do mega túnel, com 2,3 quilômetros de extensão, é polêmica por dois motivos. Contando com a desapropriação de aproximadamente 40 mil pessoas, a obra poderá consumir até R$ 4 bilhões. Com esse montante, daria para construir cerca de 200 km de corredores, pelos cálculos de especialistas.

A segunda crítica vem dos urbanistas. É mais um projeto --o mais caro feito pela atual gestão do prefeito Gilberto Kassab (PSD)-- voltado quase que exclusivamente para os automóveis circularem.

A região do túnel, que atravessaria bairros de classe média e também áreas de favelas, seria toda remodelada. O projeto original prevê a construção de um parque sobre a passagem dos carros.

A avenida Jornalista Roberto Marinho, onde também está sendo construído um ramal de monotrilho, pelo governo do Estado, poderá ainda funcionar como rota de ônibus e caminhões que precisem sair ou chegar à rodovia dos Imigrantes a partir da marginal Pinheiros.

Entre os candidatos, três prometem rever o projeto para que ele não beneficie apenas os carros: Fernando Haddad (PT), Paulinho da Força (PDT) e Soninha Francine (PPS).

Os demais candidatos (confira no quadro) prometem várias melhorias no transporte público da região, o que também ajudaria a melhorar o trânsito em toda a zona sul.

Outra obra prevista pela atual gestão, o prolongamento da avenida Chucri Zaidan, também está entre as intervenções prioritárias de candidatos como José Serra (PSDB) e Haddad.

O projeto teria um grande impacto sobre a saturada região da avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini. Com a nova via, nasceria um bairro totalmente novo --e verticalizado-- mais ao sul, em direção a Santo Amaro.

Várias regiões carentes da zona sul também seriam, pelo menos em tese, beneficiadas por obras do futuro prefeito. A duplicação de avenidas como M'Boi Mirim e Estrada do Alvarenga aparecem na lista de promessas.

Estudiosos alertam: o trânsito aumentará se o transporte público não for priorizado.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página