Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
24/07/2010 - 11h54

Dilma enfrenta protesto antiaborto em igreja evangélica

Publicidade

HUMBERTO MEDINA
DE BRASÍLIA

A candidata Dilma Rousseff (PT) enfrentou protesto hoje ao visitar a sede da Convenção Nacional das Assembleias de Deus. Uma faixa onde estava escrito "Apoiar a Dilma é negar a Bíblia" foi aberta por dois fiéis da igreja Batista de Brazlândia, cidade próxima à capital.

O técnico em eletrônica Silvio Moreira Santos, 35, que segurava uma das pontas da faixa, gritou quando a candidata entrou.

"Essa senhora apoia o aborto e o casamento gay. Somos contra isso. Esse mulher não pode ganhar". A outra ponta da faixa era segurada pelo pastor Wilson de Araújo Sampaio, da mesma igreja.

Não houve confronto com militantes da candidatura de Dilma Rousseff nem com outros religiosos.

Quando a ministra entrou na Catedral das Assembleias de Deus, um segurança pediu para que a faixa fosse recolhida e foi atendido.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página