15/11/98

 
Aos teus pés
Por Xico Sá

Todo devoto que se preze deve começar o seu feitio de oração pelos pés da gazela.
É chegada a hora de celebrar. Com súplicas, rezas, ladainhas, benditos e antigas elegias de Jorge Ben, o veraneio dos pezinhos. Eles já desfilam por aí, no mais legítimo gozo do direito de ir e vir.
Como Bebetes suburbanas, com lindas sandálias para enfeitar as calçadas, a matinê e o baile soul. Como Lucianas, Domingas, Jesualdas, Barbarelas, todas as musas do Belenzinho, Largo de Pinheiro, Botafogo, Pavuna, Paraíso e Engenho de Dentro.
A devoção do homem por pés e sandálias começa -arrisco um Freud (ou Dr. School?) rápido- quando nos deparamos, ainda na infância, com a pequena colega de classe, que já desfila a bordo da sua irresistível Éfrancesinha".
Daí por diante, é um alumbramento atrás do outro. Não paramos mais. Passamos o verão cabisbaixos, mirando as melissas, as Éarezzos", as trançadas, as hippies, as que amarram e as que não soltam as tiras.
Agora, para completar, elas também passeiam, aos rebanhos, nas alamedas virtuais do Foot Fetish Brasil, com uma dedicação especial aos pés com sandálias.
É o que poderíamos chamar de Éluxo, conforto e riqueza em um ambiente cinco estrelas!", como afirma Pereira, leso e boquiaberto diante das beldades.
Pereira, aliás, não dispensa nem mesmo aqueles pezinhos de manequins de vitrine. Isso é o que a psicanálise chamaria de voyeurismo de sapataria.
Bilíngue, inglês/português, o site mostra ainda moças inteiramente descalças, o que, digamos, tem lá também o seu valor. Só tem.
Como mulher é metonímia -sempre elegemos uma parte pelo todo- o pé é certamente um dos cortes mais contemplados. Sem esquecer sempre uma bela saboneteira, uma omoplata, um antebraço, um pescoço, um joelhinho à Nara Leão...
Por essa e outra razões é que decretamos: definitivamente não existe mulher feia. Sempre encontramos, nos mais inesperados pedaços da anatomia, um ponto de encantamento capaz de provocar uma inexplicável razão para viver.
e-mail: xico@uol.com.br

serviço
Site Foot Fetish Brasil: www.geocities.com/Paris/Arc/3558





Texto Anterior | Próximo Texto | Índice


Copyright 1997 Empresa Folha da Manhã