Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Acompanhe a sãopaulo no Twitter
25/03/2012 - 07h00

Roteiro traz 12 casas de comida árabe em SP

Publicidade

DE SÃO PAULO

Neste domingo (25) comemora-se o Dia Nacional da Comunidade Árabe; confira o roteiro com dicas de lugares que servem esse tipo de culinária tão popular no Brasil.

Maria do Carmo/Folhapress
Salgado do Esfiha Juventus, casa árabe tradicional que está aberta há mais de 40 anos na Mooca, zona leste
Salgado do Esfiha Juventus, casa árabe tradicional que está aberta há mais de 40 anos na Mooca, zona leste

ARABIN
Além dessa unidade, que é a matriz, a marca tem uma loja em Perdizes (tel. 0/xx/11/3892-4792), na zona oeste. O cardápio é extenso e lista beirutes, salgados, saladas, doces e alguns pratos. Mas a dica são as esfirras, em versões salgadas, como a recheada com alho e mozarela (R$ 3,90), e doces, como a de banana com Nutella (R$ 4,90).

CEDRO DO LÍBANO
Segue a linha de casas árabes que listam tanto pratos para uma refeição completa quanto doces e salgados para um lanche mais ligeiro. Assim, sugestões são a porção de coalhada seca (R$ 22,90; 360 g), a cafta no espeto (R$ 26,90) e as variações de esfirras (R$ 3,60 a de carne), que também aparecem em versões de massa folhada.

CH&CIA
O lugar não recebe visitantes, mas oferece mais de 40 tipos de doces árabes sob encomenda, sem limite mínimo de unidades. A dica é comprá-los na versão pequena (R$ 0,80 a unidade), como o "belewa" (de massa folhada) de nozes e o "faisalim" (de massa de macarrão) de castanha-de-caju com nozes coberta com calda doce. Há quitutes pronta-entrega para retirar no local.

R. Rua Eliezer José de Macedo, 485, Vila Císper, região leste, SP, tel. 0/xx/11/2541-1781. Seg. a sex.: 8h às 17h. Sáb.: 8h às 11h. Recomenda-se fazer as encomendas com 24 h de antecedência.

EMPÓRIO SYRIO
A casa foi aberta há 88 anos e tem uma grande variedade de produtos, dispostos como em um mercado. Especiarias a granel, como o "zaatar" (R$ 16 o quilo), pastas enlatadas, bebidas e outros ingredientes estão no catálogo oferecido. Para comer ali, há doces sírios (R$ 2,50 cada um).

ESFIHAS JUVENTUS
Há 45 anos serve especialidades em ambiente simples, com uma mistura inusitada de fotos de camelos no deserto, de feiras árabes e do bairro da Mooca antigamente. Embora liste outros produtos (até pizzas), o carro-chefe são as esfirras salgadas e doces (R$ 3 a de carne) e os quibes com vários recheios diferentes, como o de coalhada e o de homus (R$ 3,80).

KHAN EL KHALILI
O endereço promove um ritual de cultura árabe. São 13 ambientes em que, diariamente, há apresentações de dança do ventre (R$ 16,90 o ingresso). O carro-chefe é o rodízio (R$ 42,90) com cerca de 20 itens, como pães, salgados, doces, bolos e chás nacionais. O chá egípcio de "karkadeh" (R$ 6,10) é sugestão à parte.

HALIM
Aberto na década de 1970, tem ambiente informal e oferta variada de salgados e pratos mais consistentes a bons preços. A dica é o menu-degustação com seis itens à escolha, que podem ser homus, quibe cru, cafta, charuto de repolho e arroz marroquino (R$ 22,90). Para encerrar, experimente um dos vários doces expostos na vitrine.

JABER
Em 2012, a marca fundada pelo libanês Jaber faz 50 anos. A fama foi conquistada pelas esfirras de massa leve. A matriz tem ambiente simples, sem decoração. Na entrada, um balcão expõe doces e prateleiras guardam produtos como o trigo para tabule (R$ 3; 500 g). Há esfirras abertas (R$ 3,30 a de carne).

TÂMARA
O endereço familiar, que fica bem próximo ao parque Trianon, faz 20 anos em 2012. Depois de anos funcionando como um café, agora foca o almoço de semana, quando oferece ao cliente opções de combinados típicos, com dois ou três itens (R$ 21,67 e R$ 28,27). Exemplo é quibe assado com arroz sírio e homus. Ainda vale passar para um lanche rápido, que pode ser uma esfirra de ricota ou de escarola (R$ 3,50), seguida de um malabie de damasco (R$ 9,50).

MAXIFOUR CAFÉ E PÂTISSERIE
A marca é importadora, distribuidora e revendedora de produtos libaneses, abastecendo restaurantes do gênero. Nessa unidade, possui uma cafeteria, com vitrine com doces típicos, como o "halewa" de gergelim com pistache (R$ 40,80 o quilo) e mais de 40 opções de sorvete, como o de damasco (R$ 60 o quilo).

REI DO FALAFEL
Em meio às lojas do Brás, o endereço chama a atenção de quem passa na calçada por possuir aqueles espetos giratórios de churrasco. Mas quem os ultrapassa e entra no salão descobre que a especialidade é mesmo o falafel (bolinho de grão-de-bico e favas). Servido no pão-folha com molho "tahine" e embrulhado com papel (R$ 9).

SHEHRASADE
É um empório que conta com produtos sírios, pães e outros itens de mercearia procurados pelo público do bairro. Para levar, há porções de homus e baba ganoush (R$ 8,50; 250 g) e outras especialidades que vão bem acompanhadas pelos pães típicos. Para comer ali mesmo, há salgados, como o original "coxibe", que une uma metade da brasileira coxinha à outra do árabe quibe (R$ 2,50).

R. Baronesa de Itu, 340, Santa Cecília, região central, tel. 3667-0786. Seg. a sag.: 9h às 21h. Dom.: 9h às 19h.

Comentar esta reportagem

Termos e condições

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Ford Fiesta Ford Fiesta Confira aqui! A partir de R$ 15.749

Notebook Notebook LED, HDMI e USB, a partir de 14x de R$ 62,23

Home Theater | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página