Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu
Publicidade

Serafina

'Espero que fãs do Oasis não gostem do meu disco', diz Noel Gallagher

Mais opções
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
  • RSS

Aos 50, Noel Gallagher não é mais tão desbocado quanto aos 25 ("Isso seria ridículo para caralho"). O que não significa que ele virou um coxinha ("Eu espero que os fãs do Oasis não gostem do disco").
Esse disco novo -o terceiro da sua banda Noel Gallagher's High Flying Birds, criada após a saída do Oasis em 2009- se chama "Who Built the Moon?" saiu em novembro. O single, "The Holy Mountain", mesmo nome do filme surrealista de 1973, dirigido por Alejandro Jodorowski, traz uma pegada bem dançável, mas Noel nega que o álbum seja um disco de pista.
De passagem por São Paulo, onde veio abrir os shows do U2 em outubro, Noel Gallagher recebeu a Serafina. Após a conversa, tirou fotos com todos os fãs que o aguardavam na saída e saiu para o show.

Suas últimas músicas são mais dançantes, do tipo disco e festa, eu acho isso. Você também acha?
Talvez uma ou duas, mas eu não diria que todas. Quer dizer, você pode dançar em todas. É como se fosse um álbum alegre, mas não diria que é dançante.

Como você acha que o álbum será recebido pelo público?
Muitos dos fãs do Oasis não vão gostar.

Não vão?
Eu acho que algumas pessoas ainda estão vivendo nos anos 1990 e o Oasis nunca foi substituído por nenhuma banda. Vamos pegar um
estereótipo de pessoa, um cara branco, vivendo na Inglaterra que tem tatuagens e usa jaqueta de parca... Ele vai odiar. E eu espero que ele não goste mesmo.

Você não gosta desses fãs?
Eu não ligo para eles. E, se eles querem que eu continue fazendo aquilo de sempre, então, me desculpa, mas eles ficarão muito desapontados. Porque eu já fiz "Don't Look Back in Anger" e não posso fazê-la de novo.

É uma queixa comum de músicos.
Você sabe o que os avós dessas pessoas fizeram? Eles vaiaram Bob Dylan quando trocou o violão pela guitarra elétrica, essas pessoas fizeram "buuu". Então, eu espero que quando eu tocar na Inglaterra, eles façam esse "buu", isso seria maravilhoso. Se isso acontecer na Inglaterra, vai ser incrível, quero muito!

No dia que em você nasceu, o disco "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band", dos Beatles, havia acabado de sair. Nesse dia, "Respect", de Aretha Franklin, era a música número 1 nos EUA e o "Waterloo Sunset", dos Kinks, era o segundo lugar na Inglaterra. Agora, você acaba de completar 50 anos [29/5/2017] e, no dia do seu aniversário, "Despacito", com Luis Fonsi e Justin Bieber era a número 1, seguida por "I'm The One", outra colaboração de Bieber. Analise isso.
Hahaha... Bom, eu acho que, em 1967, a maioria das pessoas fazia músicas com guitarras e hoje elas ficam deitadas em suas camas com um computador. Vai além de uma análise, é apenas o que é. O Justin Bieber é apenas uma porra de um pequeno gênio. Eu não sei, eu não ouço rádio, eu nunca o conheci e não poderia dizer o nome de uma música dele. Minha filha nem gosta dele. Eu ouço música moderna e fico blergh, não é para mim, é só isso.

Nos anos 90, os fãs compravam CDs do Oasis, mas agora ouvem na internet. O que acha disso?
Eu não gosto. Prefiro que as pessoas se dirijam a uma loja de música e peguem o CD com um sentimento de posse. Agora as pessoas pagam aluguel pela música, sabe? Pagam US$ 10 por mês e não podem dizer que a música lhes pertencem. Então, quando elas morrem, não podem dizer que tinham uma coleção de CDs.

Quantos CDs você tem?
Milhares. CDs, vinis, cassetes, essa merda que tem nos computadores. Eu não ouço música online. Eu não gosto.

Você viu que novos cassetes têm sido lançados?
Sério? Eu não sabia disso. Mas o vinil está de volta. As pessoas compram porque é algo legal para se ver, sabe? E tem que ter uma boa vitrola. A chave para isso é a porra da agulha. E onde se compra isso? Dá para comprar isso? Onde? No Google?

Aqui em São Paulo tem uma loja tradicional chamado Casa dos Toca Discos, ok? E lá tem todos os tipos de agulhas.
Eu não tenho um toca-discos.

Você não tem um toca-discos? Mentira.
Não.

Você olha para vinis e ouve CDs?
Exatamente

Sua filha de 17 anos ouve vinis, aposto.
Sim, para os seus 16 anos, nós compramos para ela um tocador e muitos vinis. Foi legal.

Em outubro, o seu irmão deu uma entrevista ao "The Guardian" e uma das perguntas eram "qual é a pior coisa que alguém já te disse"? E Liam respondeu "Você é o Noel?". E quanto a você, qual a pior coisa que já te disseram?
As pessoas não falam coisas ruins para mim.

Na sua cara, provavelmente não.
É, isso. Ah, provavelmente a pior coisa que me falaram foi a minha esposa: "Você vai sair comigo vestido assim?". Isso é um pouco merda. "Bom, eu ia, mas agora não vou mais".

E que roupa era essa?
Não lembro, mas ela faz isso com frequência. Quando vamos sair, ela diz "É sério?". E eu falo "Qual o problema?".

Teve uma época que você e seus irmãos costumavam estampar tabloides com declarações polêmicas. Você não é mais assim.
Não, eu não gosto disso. Tenho 50 anos, não dá para se comportar da mesma forma quando se tinha 25, isso seria ridículo para caralho. Pessoas com a minha idade que se comportam da mesma forma que quando tinham 25 têm problemas de crise da meia-idade.

Eu acho que sofro disso.
Hahaha.

Hoje você é amigo de Damon Albarn [da banda Blur, rival do Oasis nos anos 1990]. Vocês eram inimigos de verdade ou era tudo história para manter as bandas nas manchetes?
A gente passou muito tempo falando um do outro para a imprensa, mas era real. E aí, cerca de sete ou oito anos atrás, eu estava em um bar em Londres e, quando eu entrei, o Damon estava lá e nós ficamos "oiiii", pagamos bebida um ao outro, sentamos e discutimos o passado e então trocamos os números de telefone e foi isso.

Que tipo de bar eu posso ir em Londres e encontrar com Noel Gallagher e Damon Albarn? Que bar era esse?
Privado (risos). Não, era um lugar meio que no subsolo, não me recordo o nome.

Como é seu relacionamento com o seu irmão atualmente?
Ele me adora.

Jura?
Ele é obcecado por mim. É exaustivo (risos). Se a minha mulher me amasse tanto quanto ele me ama (risos)...

Você também o ama?
Eu não. Não sei qual palavra tem em português e eu não sei expressar a você os meus sentimentos. Ok, os meus sentimentos por ele, se fossem um movimento corporal, eles seriam assim [faz cara de preguiça].

VEJA MAIS

Clipe de "Holy Mountain", single da banda Noel Gallagher's High Flying Birds

Mais opções
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
  • RSS

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade
Publicidade
[an error occurred while processing this directive]

Envie sua notícia

Siga a folha

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Voltar ao topo da página