Publicidade
Publicidade
Publicidade

Conexão com mais pessoas faz profissional ir para o on-line

Em 2002, uma canetada mudou a carreira do empresário Jober Chaves, então com 39 anos. Uma lei municipal de São Paulo proibiu a fixação de faixas na rua. Era o fim da principal ferramenta de divulgação de sua escola de inglês, que prometia ensinar o idioma em oito semanas.

Em pouco tempo, os alunos minguaram, e Chaves foi obrigado a fechar as 20 unidades na capital paulista.

Com uma dívida de R$ 1 milhão, ele vislumbrou na internet uma possibilidade para se reerguer. Gastou mais R$ 50 mil para criar uma plataforma de ensino on-line e migrar seu método que era presencial para as redes.

O dinheiro começou a entrar, mas, nos primeiros anos, Chaves reinvestiu boa parte do que ganhou em atualização tecnológica e profissional, para impulsionar a carreira.

"Depois do sufoco, muitas pessoas tiram algo para elas mesmas no primeiro respiro. Mas não era a hora de trocar de carro ou de pagar o que devia. Precisava do dinheiro para decolar", diz ele, que fez o curso de marketing digital do americano Ryan Deiss e o "Fórmula de Lançamento", método criado por Erico Rocha, que ensina a alavancar vendas na internet.

"Só paguei a dívida cinco anos depois", diz ele.

Marlene Bergamo/Folhapress
MORAR - SP - Flavio Nep Ribeiro tem uma fabrica de tapetes e vendia so para o atacado. Partiu para a internet que hoje é responsável por 70% do seu faturamento. 25/08/2016 - Foto - Marlene Bergamo/Folhapress - 017
Flávio Nep Ribeiro tem uma fabrica de tapetes; hoje, 70% de seu faturamento vem da internet

Chaves contabiliza seu sucesso em número de alunos. Desde que passou a oferecer aulas on-line, matriculou cerca de 25 mil pessoas de todo o Brasil, quase o dobro de estudantes quando o modelo era presencial.

CRESCIMENTO

Para Erico Rocha, a escala de crescimento é um dos principais benefícios para quem decide investir na carreira de empreendedor digital. "Não é incomum ouvir histórias de quem conseguiu em sete dias o resultado de vendas que costumava ter em um ano", diz ele sobre quem passou do off-line para o on-line.

O engenheiro têxtil Flavio Nep Ribeiro, 47, e a arquiteta Jeannety Farias Nep, 47, estavam acostumados a vender quase todos os tapetes que criavam para as lojas de decoração. Mas a concorrência com os importados quase os levou à falência.

"Os produtos eram muito mais baratos do que os nossos, que são feitos a mão", diz Ribeiro, que chegou a dever quase R$ 500 mil.

A saída foi começar a falar diretamente com o consumidor final, pela internet.

Seguindo as orientações de Rocha, investiram R$ 10 mil em cursos, site, e-commerce, ferramenta de envio de e-mails e divulgação no Facebook. Fizeram a primeira venda on-line em 2014 e, em uma semana, arrecadaram R$ 120 mil.

"Mas a grande sacada foi começar a ensinar a nossa técnica", conta Ribeiro, que, além dos produtos prontos, começou a vender cursos e matérias-primas para a produção de tapetes pela internet. "No lançamento mais recente, faturamos seis dígitos em 60 horas", conta ele. Hoje, 70% da renda familiar vem da internet.

O desenhista Ivan Querino, 34, também viu sua carreira de professor decolar ao fechar a escola de desenho e começar a dar aulas on-line.

"Antes, eu divulgava meu curso entregando panfleto na porta das escolas. Usando a internet, a divulgação é muito maior e mais direcionada. Só chega em quem possivelmente irá comprar", explica.

Em três anos, passou de oito alunos presenciais para quase 3.000 pessoas que assistem as suas aulas on-line.

*

O QUE É NECESSÁRIO FAZER PARA MIGRAR SUA CARREIRA PARA O ON-LINE?

>> Aprender um método de marketing digital que já tenha sido testado

>> Criar um site no qual interessados no produto possam cadastrar seus e-mails para receber mais informações

>> Adotar um software para processar os pagamentos (por exemplo, Pagseguro e Hotmart)

>> Selecionar uma ferramenta para automatizar o envio de conteúdo por e-mail para os usuários que quiserem se cadastrar

>> Destinar verba à publicidade na internet

Fonte: Erico Rocha, criador do método "Fórmula de Lançamento"

Publicidade
Publicidade
Publicidade