Publicidade
Publicidade
Publicidade

Meditação pode ser praticada por qualquer pessoa, em qualquer lugar

O interesse de estudiosos do estresse sobre programas de atenção plena, ou mindfulness, está crescendo: o número de publicações científicas sobre iniciativas do tipo saltou de 12 em 2000 para 674 em 2015, segundo estudo da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

A popularização veio depois que o pesquisador norte-americano Jon Kabat-Zinn, da Universidade de Massachusetts (EUA), criou um programa de redução de estresse baseado em atenção plena, no fim dos anos 1970.

Kabat-Zinn, que meditava, fazia ioga e era um estudioso do budismo, viu uma oportunidade de apresentar as práticas de um ponto de vista não religioso.

A maioria dos programas oferecidos por universidades, como Yale (EUA) e Unifesp, dura cerca de oito semanas e envolve técnicas de meditação, ioga e respiração sistematizadas pelo especialista.

"Com essa uniformização, foi possível iniciar pesquisas para mapear a eficácia da prática, e isso impulsionou o interesse por ela no Ocidente", explica o psiquiatra Paulo Mattos, do Instituto D'Or.

O processo de meditação é simples e pode ser conduzido por qualquer um, em qualquer lugar, segundo o médico Marcelo Demarzo, coordenador do centro de mindfulness da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). Para pessoas saudáveis, não há contraindicação.

"Basta se sentar com a coluna reta —no chão ou até em uma cadeira- e acompanhar a respiração, sem alterá-la. A ideia é que a pessoa fique bem atenta a isso."

Cinco minutos já podem ser suficientes para relaxar, mas, com mais experiência, a pessoa pode dedicar mais tempo à atividade. E não é preciso não pensar em nada para meditar.

"Não há problema em deixar a mente viajar, mas não se deve dar atenção, e sim deixar esse pensamento ir e vir", afirma Demarzo.

*

ORIENTAÇÕES QUE AJUDAM NA PRÁTICA DA MEDITAÇÃO

SILÊNCIO
Procure um lugar calmo e que não ofereça distrações, sobretudo nos primeiros meses de prática. Se isso não for possível, vale usar protetores auriculares, que barram o som externo

AGENDA
É preciso treinar um pouco por dia, mesmo que cinco minutos. Reserve um horário com antecedência e mantenha-o. Para facilitar, no início, coloque um alarme para indicar o fim da prática

APOIO
Para que a sessão seja eficaz, é vital se sentir confortável. Pode-se usar colchonetes ou almofadas para acomodar as costas. As roupas também devem ser de tecidos leves

POSIÇÃO
Iniciantes podem sentir algum desconforto. Para evitar dor, a coluna deve estar bem reta, com os ombros alinhados e as mãos apoiadas nas pernas. Os olhos podem ficar um pouco abertos

Fonte: Marcelo Demarzo, coordenador do núcleo de "mindfulness" da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo)

Publicidade
Publicidade
Publicidade