Publicidade
Publicidade
Publicidade

Produção têxtil é destaque em evento do Design Weekend na Bienal

Divulgação
Peças do designer sul-coreano Kwangho Lee
Peças do designer sul-coreano Kwangho Lee

Com o trabalho do designer sul-coreano Kwangho Lee como destaque, o Made (mercado de arte e design) tem como tema este ano as conexões entre materiais, formas e processos manuais em tramas de diferentes peças de design.

Instalada no prédio da Bienal, a feira traz, além de mais de cem expositores, mostras, exibição de documentário e palestras.

Kwangho Lee falará sobre o processo de criação de seus móveis construídos de fios plásticos de várias espessuras. A técnica, tradicionalmente usada para trançado de fibras naturais, foi modificada por ele para incorporar material sintético.

"A vinda de Lee cumpre a meta do Made este ano de valorizar o design têxtil", diz Waldick Jatobá, curador e diretor da feira.

Uma pequena mostra dentro da feira exibirá cestarias, peças de mobiliário anônimo e tapeçarias com relevo do artista brasileiro Norberto Nicola (1930-2007). "O Brasil tem uma enorme riqueza de trabalhos nessa área, mas não tem um museu adequado", completa.

Divulgação
Peça do designer sul-coreano Kwangho Lee
Peça do designer sul-coreano Kwangho Lee

NO ESPAÇO

Pulando do design histórico para o espaço, faz parte da programação do Made a exibição de um documentário do Discovery Channel sobre o uso dos fios de "plástico verde" brasileiro como matéria-prima para impressoras digitais em estação espacial da Nasa.

Produzidos a partir de etanol feito de cana-de-açúcar pela Brasken, os fios são fundamentais para duas estratégias das missões espaciais.

A primeira delas é a de diminuir a quantidade e o peso de material que parte da Terra e evitar viagens ou envio de material de reposição para equipamentos. Com peso reduzido, o material pode ser transportado para virar ferramenta ou peça de reposição para equipamentos na hora em que forem necessários. O procedimento permitiria fazer viagens cada vez mais longas e demoradas.

A segunda delas é a do Lixo Zero, isto é, tentar reduzir a quantidade de produtos que gerem resíduo para fora da Terra. Reciclável, o material pode ser revertido no próprio espaço em outros formatos e para outros usos.
"Vozes do design e da arquitetura" é tema do debate que vai reunir o arquiteto Arthur Casas e o designer Zanini de Zanine no espaço da Herança Cultural, na Lapa, na sexta (11), às 11h.

A conversa sobre as relações entre arquitetura, arte e design contemporâneos será mediada pela professora Maria Cecília Loschiavo, da FAU-USP (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo). Vagas limitadas e inscrições por: rsvp@herancacultural.com.

Publicidade
Publicidade
Publicidade