Publicidade
Publicidade
Publicidade

centro

Para a maioria dos paulistanos, centro reúne a melhor oferta de transporte

O centro ganha de todas as outras regiões da capital paulista quando o assunto é transporte público. Essa é a opinião de 51% dos paulistanos, de acordo com um estudo do Instituto Datafolha.

O mesmo levantamento constatou que 59% dos moradores de São Paulo preferem viver num bairro com uma ampla rede de transporte do que num local com boas de opções de lazer. A pesquisa foi feita entre os dias 10 e 12 de agosto com 493 moradores da cidade.

"A boa localização de um imóvel tem como primeiro critério a facilidade de transporte", ressalta Rosana Miranda, urbanista e docente da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP. "Em São Paulo, uma cidade com mais de sete milhões de veículos particulares, o grande diferencial é a proximidade do metrô", afirma.

O acesso fácil do centro serve de chamariz para as incorporadoras erguerem por lá novos empreendimentos residenciais.

"A região tem bairros consolidados que permitem boa qualidade de vida. Todas as características contribuem para a valorização e o desenvolvimento dessa região", diz Orlando Pereira, diretor comercial da Cyrela.

A incorporadora é responsável pelo Living Resort, condomínio na rua dos Alpes, 240, no bairro do Cambuci. O prédio tem unidades com dois a três dormitórios cujo tamanho varia de 46 a 72 metros quadrados. Cada imóvel custa a partir de R$ 6.700 por metro quadrado.

Marcelo Justo/Folhapress
Vista do minhocão
Vista do minhocão

Outro condomínio enxuto na mesma região é o iQuali Augusta, da incorporadora Quadra. Entregue em setembro, o prédio está entre o centro histórico de São Paulo e a avenida Paulista, próximo às estações República, Paulista e Consolação do metrô.

Tatiana Uras, diretora comercial da Quadra, ressalta que a facilidade de transporte é complementada com o privilégio de estar em uma localização que une duas características marcantes de São Paulo: "A mesma área concentra o moderno e o alternativo, e isso faz com que o condomínio tenha uma personalidade mais irreverente", diz.

O empreendimento da Quadra tem unidades de um e dois dormitórios, com 48 a 63 metros quadrados, e o metro quadrado custa a partir de R$ 10,2 mil.

Outra incorporadora que investe na região é a TPA, responsável pelo Sky Pauliceia, empreendimento na rua Brigadeiro Tobias, no Centro, que será entregue em novembro deste ano.

"Acreditamos que o produto que colocamos à disposição para nossos clientes vai contribuir para revitalizar o centro e melhorar a qualidade de vida na região", afirma Mauro Teixeira, diretor da incorporadora.

Publicidade
Publicidade
Publicidade