Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mentora virtual ajuda empreendedores de primeira viagem

Divulgação
Daniel Pereira, CEO da mentora virtual Clara
Daniel Pereira, CEO da mentora virtual Clara

Foi pensando em auxiliar os empreendedores de primeira viagem que surgiu a Clara, uma plataforma de mentoria virtual.

Trata-se de um "chatbot", um robô que conversa via chat e orienta o usuário, baseando-se em um banco de dados com casos de empresas que já passaram por situações semelhantes.

"Há muito conteúdo sobre empreendedorismo na internet, mas quase nada proporciona interação", diz o administrador Daniel Pereira, 36, CEO da Clara, lançada em janeiro deste ano.

Ele explica que, para conversar com a "mentora", o empreendedor fornece seus dados: em que estágio se encontra e o seguimento no qual atua. Também informa quais são seus maiores desafios –relacionados a finanças ou gestão, por exemplo.

A partir daí, a Clara sugere soluções e responde dúvidas. Há ainda um fórum de debate, que põe em contato todos os empreendedores inscritos. Pereira afirma que, hoje, já são mais de 7.000.

O valor da assinatura é R$ 29,90, com mês inicial grátis.

"A maioria dos empreendedores não tem o background de administração. A Clara veio para preencher uma lacuna e somar aos outros tipos de apoio, como blogs e revistas", diz Pereira.

*

Veja outras edições do Sigam-me os Bons

Site vende objetos de decoração assinados por artistas
Plataforma remunera quem indica serviços para amigos
Aplicativo permite a compra de remédios pelo celular
Empresa carioca cria pochetes divertidas
Engenheiros criam aplicativo para ajudar a consertar eletrodomésticos

Publicidade
Publicidade
Publicidade