DA REUTERS

Autoridades antitruste da União Europeia (UE) aplicaram uma multa de ‎€ 997 milhões (R$ 3,9 bilhões) contra a norte-americana Qualcomm nesta quarta-feira (24) por pagar a Apple para que a fabricante do iPhone usasse apenas os seus chips.

A Comissão Europeia, que lançou uma investigação sobre o assunto em 2015, disse que os pagamentos de exclusividade começaram em 2011.

"A Qualcomm ilegalmente excluiu rivais do mercado de chips LTE por mais de cinco anos, consolidando assim sua dominância de mercado. A Qualcomm pagou bilhões de dólares norte-americanos para seu principal cliente, a Apple, para que não comprasse de rivais", disse a comissária Margrethe Vestager em comunicado.

"Isso fez com que nenhuma rival pudesse efetivamente desafiar a Qualcomm neste mercado, independentemente de quão bom seus produtos fossem. O comportamento da Qualcomm negou aos consumidores e outras companhias mais escolhas e inovação —e isso em um setor com enorme demanda e potencial para tecnologias inovadoras", acrescentou ela.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.