Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
22/09/2010 - 19h43

Operação desmantela quadrilha que não entregava produtos chineses vendidos pela web

Publicidade

DE SÃO PAULO

Cinco pessoas foram presas durante a Operação Salamandra, deflagrada nesta quarta-feira (22), no Triângulo Mineiro. Coordenada pela Promotoria Estadual de Combate aos Crimes Cibernéticos, com a participação das polícias Civil e Militar, foram cumpridos sete mandados de prisão e cinco de busca e apreensão em Uberlândia, Araguari e Brasília-DF. Duas continuam foragidas.

As lojas virtuais identificadas na investigação, utilizadas para a ação criminosa, foram: www.compradachina.com.br; www.comprasdachina.com.br; www.conectacomputadores.com.br; www.celulareschina.com e www.mercadodachina.com.br

Durante a investigação, o Ministério Público contou com o banco de reclamações do Reclame Aqui cadastradas para as respectivas lojas virtuais. Mais de mil consumidores de todo o país relatam no Reclame Aqui a compra de eletrônicos nas respectivas lojas virtuais, o pagamento do produto e o não recebimento do mesmo. Em uma das reclamações um consumidor alega esperar pelo produto há nove meses.

Além das lojas virtuais, o grupo de estelionatários também fazia vendas por telefone e era proprietária de uma loja no centro de Uberlândia, que, segundo as investigações, era utilizada para lavar o dinheiro angariado com os golpes virtuais.

A quadrilha atua desde 2008 e o inquérito teve início a partir de denúncias feitas à Promotoria de Combate aos Crimes Cibernéticos (crimedigital@mp.mg.gov.br) contra o site Compra da China. Segundo o Coronel Paulo Praxedes, os acusados vão responder por crime de Estelionato, Formação de Quadrilha e Lavagem de Dinheiro.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página