DE SÃO PAULO

Pessoas com viagem marcada para regiões que exigem imunização contra febre amarela devem levar ao posto de saúde comprovantes da viagem para receber a dose integral da vacina –não a fracionada, que será oferecida em postos paulistas na campanha emergencial com início em 25/1.

O certificado internacional de vacinação, exigido para a entrada em 135 países (veja a lista em viajante.anvisa.org.br ), é emitido apenas para quem tiver tomado a dose integral, segundo a Anvisa, pelo menos dez dias antes da data de embarque.

Quem já tomou a dose fracionada deve esperar 30 dias para receber a padrão.

Desde 2016, a vacina não tem validade, mesmo se tiver sido aplicada em data anterior. O mesmo vale para o certificado, que não precisa ser renovado.

Crédito:
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.