Bolsonaro diz que terá encontro com premiê japonês para discutir exploração da Amazônia

Afirmação foi feita durante transmissão ao vivo pelo Facebook nesta quinta (20)

Talita Fernandes
Brasília

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta quinta-feira (20) que terá um encontro reservado com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, na próxima semana.

Bolsonaro embarca na noite da próxima terça (25) para Osaka, no Japão, para participar da cúpula de líderes do G20. Esta é a primeira vez que ele vai ao encontro anual como presidente do Brasil.

A afirmação foi feita durante transmissão ao vivo pelo Facebook nesta quinta. 

"Vamos ter uma reunião reservada com o primeiro-ministro e aprofundar aquilo que tinha falado com ele há quatro anos", disse.

"Quem sabe um acordo para que eles possam em parceria explorarmos a biodiversidade na região amazônica", falou Bolsonaro.

Área desmatada por colono às margens da rodovia BR-319, no Amazonas
Área desmatada por colono às margens da rodovia BR-319, no Amazonas - Lalo de Almeida/Folhapress

O presidente disse que, com isso, "ninguém quer destruir a Amazônia".

A transmissão ao vivo foi feita após viagem presidencial para São Paulo. 

Ele disse que, por coincidência, sobrevoou uma região de floresta "que até parece a Amazônia" entre São Paulo e o Vale do Ribeira.

"Uma imensidão ai a floresta, parece até a Amazônia. Então isso é conversa para boi dormir essa conversa de que o Brasil está acabando com a Amazônia é só ima propaganda contra nós. O que eles querem, o pessoal lá de fora, e alguns traidores aqui dentro, eles querem é fazer com que a Amazônia seja internacionalizada. Enquanto eu for presidente pode ter certeza que não será", disse. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.