Colônia com mais de 64 mil tartarugas é registrada por drone em mar da Austrália

Espécie se preparava para fazer ninho na Grande Barreira de Corais da Austrália, em Raine Island

São Paulo

Imagens capturadas por drones registraram uma colônia de mais de 64 mil tartarugas marinhas verdes próxima à Grande Barreira de Corais da Austrália, em Raine Island, onde a espécie costuma fazer seus ninhos.

Segundo classificação da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), esse espécie de tartaruga corre risco de extinção.

Antes de analisar imagens de drones, pesquisadores costumavam marcar faixas brancas nos cascos dos animais, com tinta atóxica, para fazer uma contagem da espécie. O método, no entanto, não era considerado preciso.

"Quando comparamos a contagem de drones à contagem de observadores, descobrimos que subestimamos os números no passado em um fator 1,73", disse Richard Fitzpatrick, parceiro de pesquisa da Biopixel Oceans Foundation, à agência Reuters.

Com 348.000 km2 , a Grande Barreira de Corais foi classificada como Patrimônio Mundial em 1981 pelo ecossistema de recifes de corais mais extenso do planeta.

milhares de tartarugas no mar perto da Grande Barreira de Corais
Milhares de tartarugas no mar perto da Grande Barreira de Corais - AFP

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.